Cadela que fez buscas em Brumadinho se aposenta do Corpo de Bombeiros de SP

Sarah, uma labrador retriever, trabalhou na instituição por cinco anos

A cadela Sarah trabalho durante cinco anos com os bombeiros em São Paulo
A cadela Sarah trabalho durante cinco anos com os bombeiros em São Paulo Foto: Sd Ciro Comunicação Social Corpo de Bombeiros da PMESP / André Nery

Estadão Conteúdo

Ouvir notícia

A cadela Sarah, que participou de buscas por vítimas em Brumadinho após o rompimento de uma barragem, se aposentou do serviço prestado junto ao Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo. Em uma cerimônia realizada na última quinta-feira (5), o animal de sete anos de idade foi homenageado pelos cinco anos de trabalho.

Da raça labrador retriever, ela foi adotada pelo tutor com quem atuava, o cabo Gerson Ferreira. “Minha filha de cinco anos vai ser a nova adestradora dela”, disse o militar em uma transmissão ao vivo feita no perfil da corporação no Instagram. Os dois trabalhavam juntos desde 2015.

Em uma ação simbólica, houve a passagem do colar operacional que Sarah usava para a cadela Joy, que também realiza salvamentos, mas ainda está em fase de aprendizagem. A cerimônia foi promovida pela Confederação Brasileira de Cinofilia em parceria com a Royal Canin. A cinofilia estuda o comportamento canino e também pode ser entendido como amor aos cães.

Sarah recebeu da entidade uma placa em homenagem aos serviços prestados por ela à corporação durante o evento que ocorreu no canil do Corpo de Bombeiros, localizado na unidade Ipiranga.

“É importante ressaltar que a cadela Sarah participou de ocorrências de extremo destaque, salvando vidas em Itapecerica, foi para Brumadinho, participou do Largo do Paiçandu, sempre trazendo e devolvendo a diversas famílias a alegria e felicidade. Então, nós agradecemos muito a todo o serviço prestado da cadela Sarah ao canil do Corpo de Bombeiros da Polícia Militar do Estado de São Paulo”, disse o tenente Danilo na ocasião.

Na transmissão, os bombeiros que atuam com os cães de salvamento explicaram todos os cuidados com os animais, como não inseri-los em ambiente de risco durante a operação. Em outro momento, a cadela Joy participou de uma simulação de busca no canil.

Mais Recentes da CNN