Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Casal que esqueceu menino de 2 anos em van escolar em SP recebe liberdade provisória

    Garoto morreu na tarde de terça-feira (14), após ser esquecido no veículo que o levava para a escola; Tribunal de Justiça libertou motorista e auxiliar

    Hospital Municipal Vereador José Storopolli: garoto de dois anos esquecido em van foi levado à unidade, onde a morte foi constatada
    Hospital Municipal Vereador José Storopolli: garoto de dois anos esquecido em van foi levado à unidade, onde a morte foi constatada Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM)

    Anne BarbosaMarcos RosendoPedro Osorioda CNN*

    São Paulo

    O Tribunal de Justiça de São Paulo concedeu liberdade provisória aos dois responsáveis por esquecer Apollo Gabriel Rodrigues, de 2 anos, dentro de uma van escolar no bairro da Vila Maria, na zona norte da capital paulista, na tarde de terça-feira (14). O menino morreu.

    Flavio Robson Benes, de 45 anos, e Luciana Coelho Graft, de 44 anos, motorista e auxiliar no veículo, foram autuados por homicídio doloso na manhã desta quarta (15). O TJ estabeleceu medidas cautelares que eles devem seguir antes de libertá-los pelo ocorrido, entre elas:

    • Comparecimento obrigatório a todos os atos processuais para os quais forem intimados;
    • Comparecimento mensal em Juízo para informar e justificar suas atividades, bem como eventual atualização de endereço;
    • Proibição de ausentar-se da Comarca de residência por mais de oito dias sem prévia comunicação ao Juízo
    • Recolhimento domiciliar no período noturno (das 22 horas às 6 horas) e nos dias de folga;
    • Suspensão do exercício da atividade profissional de transporte escolar de crianças e adolescentes;
    • Suspensão da habilitação para dirigir veículo automotor, devendo os indiciados entregarem a Carteira Nacional de Habilitação no prazo de 24 horas, tudo sob pena de revogação do benefício e imediato recolhimento à prisão.

    Caso algumas dessas medidas seja descumprida, eles podem ser presos novamente.

    O caso

    Apollo Gabriel Rodrigues estava a caminho da escola quando foi esquecido na van.

    O casal que administrava a empresa de transporte encontrou o menino por volta das 15h30, horário em que buscam as crianças que estudam à tarde. O menino estava desmaiado e foi levado ao Hospital Municipal Vereador José Storopolli, onde a morte foi constatada.

    Durante a tarde, os termômetros em São Paulo registraram uma máxima média de 37,3 °C, segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas (CGE) da Prefeitura.

    *Publicado por Leonardo Rodrigues, com informações de Carolina Figueiredo e Letícia Cassiano, da CNN.