Celular é a principal causa de acidentes de trânsito com pessoas de 20 a 39 anos

Dados da Abramet mostram que o uso de celular enquanto se dirige é responsável, em média, por 57% dos acidentes de trânsito entre pessoas desta faixa etária

Tiago Américo, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

Dados divulgados pela Associação Brasileira de Medicina do Tráfego (Abramet) mostram que o uso de celular enquanto se dirige é responsável, em média, por 57% dos acidentes de trânsito na faixa etária de 20 aos 39 anos.

De acordo com o estudo, digitar uma mensagem de texto enquanto se conduz um veículo a 80 km/h equivale a dirigir com os olhos vendados por um percurso de até 100 metros. Segundo Antônio Meira, presidente da Abramet, mesmo após o uso do aparelho o motorista ainda tem um déficit de atenção.

“A conversa pelo celular mantém uma atividade cerebral que traz uma desatenção ao trânsito. Mesmo depois da chamada o motorista fica três segundos sem atenção total ao trânsito”, disse Meira.

Falar no celular ao volante é uma infração prevista no inciso VI do artigo 252 do Código de Trânsito Brasileiro. O motorista flagrado pela fiscalização ao telefone está sujeito a multa de R$ 130,16 e mais quatro pontos na CNH por estar cometendo infração média. 

Se o condutor for flagrado enquanto manuseia o celular ou digita mensagem durante a condução do veículo, a punição é ainda maior: a infração é gravíssima, pesa sete pontos na CNH e a multa é de R$ 293,47.

Trânsito na Marginal Pinheiros, em São Paulo
Trânsito na Marginal Pinheiros, em São Paulo
Foto: Ronaldo Silva/Futura Press/Estadão Conteúdo (10.abr.2021)

Mais Recentes da CNN