Chegada de vacina contra Covid para crianças, suspensão de cruzeiros e mais de 13 de janeiro

Confira o '5 Fatos Manhã', com as principais notícias do dia

Fabrizio Neitzkeda CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

A chegada do primeiro lote de vacinas da Pfizer contra a Covid-19 para crianças e o pedido da Anvisa para a suspensão definitiva da temporada de cruzeiros no país estão entre os destaques do 5 Fatos da manhã de 13 de janeiro de 2022.

Vacina para crianças

A primeira remessa de doses do imunizante da Pfizer contra a Covid-19 para aplicação em crianças de 5 a 11 anos chegou no Brasil na madrugada de hoje (13). O lote foi recebido no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, possui cerca de 1,2 milhão de vacinas. A previsão é de que todos os estados brasileiros e o Distrito Federal comecem a receber o produto já nesta quinta-feira.

Novo imunizante nacional

Os estudos clínicos de mais uma vacina nacional contra a Covid-19 começam hoje em Salvador (BA). Desenvolvido pelo Senai-Cimatec em parceria com o Ministério da Ciência e Tecnologia e a farmacêutica americana HDT Bio Corp, o teste será feito em participantes entre 18 e 55 anos. Nesta etapa, serão avaliadas a segurança da vacina e a capacidade de gerar resposta imunológica e efeitos colaterais.

Coronavac para crianças

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) se reúne hoje com representantes do Instituto Butantan para avaliar o possível uso emergencial da Coronavac para crianças. A expectativa do órgão é que o imunizante se junte ao da Pfizer para a imunização infantil contra a Covid-19.

Índice de vacinação

Apenas 16% dos municípios brasileiros possuem mais de 80% da população com o esquema vacinal completo contra a Covid-19, de acordo com uma pesquisa da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). O pior cenário é observado em cidades do Acre, Amazonas, Amapá, Maranhão, Roraima e Sergipe.

Suspensão dos cruzeiros

A Anvisa recomendou ontem à noite a suspensão definitiva da temporada de cruzeiros no Brasil. A nova orientação é baseada no aumento da contaminação pela variante Ômicron no país, considerado “vertiginoso” pela agência. Até o momento, o embargo nas viagens, que deixou ao menos cinco navios parados, é válido até o próximo dia 21.

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br

Mais Recentes da CNN