Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Cidade no Amapá está em situação de emergência por causa da dengue

    Em hospital no município de Oiapoque, no norte do estado, 80% dos pacientes tinham sintoma da doença

    Hospital em Oiapoque, no Amapá
    Hospital em Oiapoque, no Amapá Divulgação

    Catarina Nestlehnerda CNN

    Em São Paulo

    O governador do Amapá, Clécio Luís (Solidariedade), decretou na última quinta-feira (1º), situação de emergência na cidade de Oiapoque, no norte do estado, após um aumento elevado de casos de dengue. A prefeitura do município solicitou apoio devido a dificuldades de atendimento e no combate a doenças virais.

    Os municípios em situação de emergência reconhecida pelo governo federal podem ter acesso a recursos federais de forma facilitada, fazer compras emergenciais sem licitação e ultrapassar as metas fiscais previstas para custear ações de combate à crise.

    “Detectamos que o município tinha muitos problemas. Além da dengue, tinha a situação de lixo acumulado, muitos buracos na cidade. Então resolvemos montar uma força-tarefa para ajudar pelo período que for necessário”, afirmou o governador.

    Segundo o governador, o reforço vai contar com exames, medicamentos, vacinas, operação de limpeza dos quintais e das ruas, capinagem, recuperação do asfalto, e assistência social por meio de kits de alimentos para indígenas, agricultores e também para os pacientes que precisarem.

    No Hospital Estadual de Oiapoque, foram realizados, entre dezembro de 2023 e janeiro de 2024, 3.500 atendimentos, sendo que 80% desses pacientes tinham sintomas de dengue. Do total de pessoas atendidas, 36 precisaram de internação.

    A cidade registrou uma morte relacionada à dengue na segunda quinzena de janeiro. Segundo o governo, o estado não registrava óbitos pela doença desde 2019. A maior incidência de casos na região é provocada pelo vírus D3 (dengue hemorrágica).

    Tópicos

    Tópicos