Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Cinco pessoas morrem em chacina no interior de Pernambuco

    Entre as vítimas está uma criança de 2 anos; prefeito pede intervenção estadual na segurança pública

    Imagens de circuito interno mostram o momento em que os criminosos efetuam os disparos
    Imagens de circuito interno mostram o momento em que os criminosos efetuam os disparos Reprodução

    Diego Barrosda CNN

    No Recife

    Cinco pessoas, entre elas uma criança de 2 anos, foram assassinadas no meio da rua em uma pequena cidade do agreste pernambucano. Por volta das 20h desta quinta-feira (26), um grupo armado chegou atirando nas vítimas no centro de São João, a 230 km da capital Recife.

    Imagens de circuito interno usadas na investigação policial mostram várias pessoas em uma lanchonete, quando os bandidos chegam ao local e começam a disparar contra as vítimas.

    Das cinco pessoas feridas, três morreram no local e as outras duas foram levadas para o Hospital Dom Moura, na cidade de Garanhuns, mas não resistiram.

    O prefeito de São José, Wilson Lima, esteve na capital pernambucana nesta sexta-feira (27) e solicitou ao governo estadual intervenção na segurança municipal para tentar controlar a onda de violência na localidade, antes considerada pacata.

    Segundo a Secretaria de Defesa Social de Pernambuco, cinco suspeitos foram presos. O crime teria sido motivado por “rixa de grupos ligados ao tráfico de drogas”. Uma das vítimas estava, de fato, entre os alvos dos criminosos.

    Uma arma de fogo foi apreendida e será periciada para identificar se foi ou não utilizada no crime que resultou em cinco homicídios e em mais cinco tentativas de homicídios. A 22ª Delegacia de Polícia de Homicídios de Garanhuns investiga o caso.

    “No momento oportuno, nós vamos esclarecer essa ação criminosa em São João. Toda a inteligência do agreste, do Laboratório de Lavagem de Capitais e da Unidade de Busca Eletrônica estão compartilhando da mesma investigação”, disse a chefe da Polícia Civil de Pernambuco, Simone Aguiar, em coletiva de imprensa realizada no final da tarde de hoje.

    A governadora de Pernambuco, Raquel Lyra (PSDB), determinou que a polícia realizasse uma investigação rigorosa sobre o crime bárbaro em São João. A governadora se solidarizou com a família das vítimas, “em especial a da pequena Maria Sophia. Vamos enfrentar pra valer a violência em Pernambuco”, escreveu.