Clezio Marcos de Nardin é nomeado diretor do Inpe

Ele assume o cargo em substituição a Darcton Policarpo Damião, que estava interinamente no comando do órgão desde a demissão do físico Ricardo Galvão, em 2019

Teo Cury,

da CNN, em Brasília

Ouvir notícia

O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes, nomeou nesta sexta-feira (2) o pesquisador Clezio Marcos de Nardin para assumir a direção do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). 

Nardin é coordenador-geral de Ciências Espaciais e Atmosféricas do instituto e assume a direção em substituição ao oficial da Aeronáutica Darcton Policarpo Damião, que estava interinamente no comando do órgão desde a demissão do físico Ricardo Galvão, em 2019. 

O Diário Oficial da União desta sexta, que traz a nomeação de Nardin, também informa que Damião passa agora a ser assessor especial do ministro Marcos Pontes.

Assista e leia também:
‘Bolsonaro e Mourão minimizam questão ambiental’, diz ex-diretor do Inpe
Reestruturação no Inpe busca ‘maior eficiência’, explica Marcos Pontes
Mourão: demissão no Inpe é ‘rearranjo’ e não impacta monitoramento na Amazônia

Clezio Marcos de Nardin assume a direção do Inpe
Clezio Marcos de Nardin assume a direção do Inpe
Foto: Divulgação / Inpe

O instituto tem ganhado destaque no noticiário, em meio aos recordes nos alertas de desmatamento na Amazônia e à pressão de investidores estrangeiros com relação à política ambiental do governo.

No Inpe desde 1970, Ricardo Galvão foi demitido em agosto de 2019 após semanas de desentendimentos com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Em um café da manhã com jornalistas em julho, Bolsonaro questionou os dados fornecidos pelo Inpe sobre as taxas de desmatamento da Amazônia e disse que eles eram mentirosos. 

Acusado pelo presidente à época de estar agindo “a serviço de alguma ONG”, o então diretor do Inpe disse que Bolsonaro tomou atitude “pusilânime e covarde”. Ele foi demitido no dia 2 de agosto. 

Perfil

Nardin é engenheiro eletricista formado em 1996 pela Universidade Federal de Santa Maria e doutor em Geofísica Espacial em 2003 pelo Inpe, onde orienta teses de doutorado, mestrado e projetos de iniciação científica.

O currículo do pesquisador, que está disponível na internet, mostra que Nardin foi gerente-geral do Programa Embrace entre 2012 e 2018, presidente da Sociedade Brasileira de Geofísica Espacial e Aeronomia entre 2013 e 2016 e vice-diretor do Serviço Internacional de Meio Ambiente Espacial entre 2016 e 2019.

Além de coordenador-geral de Ciências Espaciais e Atmosféricas do Inpe, Nardin é vice-presidente da Associação Latino-Americana de Geofísica Espacial e membro do Grupo de Especialistas em Clima Espacial do Comitê para o Uso Pacífico do Espaço Exterior da ONU.

Mais Recentes da CNN