Com 101 mil provas digitais, Enem 2021 abre inscrições nesta quarta-feira (30)

Exame será realizado nos dias 21 e 28 de novembro, tanto na modalidade impressa quanto na digital

Estudante confere o cartão-resposta do Enem digital 2020
Estudante confere o cartão-resposta do Enem digital 2020 Foto: Marcello Casal Jr - 8.fev.2021/Agência Brasil

Gregory Prudenciano, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2021 começaram nesta quarta-feira (30) e vão até o dia 14 de julho. Os cadastros devem ser feitos no portal do governo federal, que cria um login único para vários serviços públicos. É este login que o usuário vai usar para acessar a Página do Participante do Enem 2021. 

Caso o participante já tenha um cadastro, o caminho é mais simples: só acessar a Página do Participante e fazer a inscrição. Ter esquecido as informações de login do portal do governo não precisa ser motivo para desespero: há uma ferramenta de recuperação de senha. 

As provas serão realizadas, como nos últimos anos, em dois domingos, nos dias 21 e 28 de novembro. 

Prova digital ou prova impressa

Neste ano, há a possibilidade de optar pelo formato digital da prova. São 101.100 mil vagas nessa modalidade, que serão preenchidas por ordem de inscrição, então quem tem interesse deve ser ágil no cadastro. 

As provas digitais, no entanto, não poderão ser feitas de casa; como no caso das provas impressas, há instituições de ensino com estrutura para receber os estudantes e que são cadastradas pelo Ministério da Educação

Mas é bom ficar atento: essa modalidade é exclusiva para quem está terminando o ensino médio em 2021 ou para quem já se formou. Quem for fazer o Enem 2021 para se aperfeiçoar, os chamados “treineiros”, terá de fazer a prova impressa. 

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pela prova, decidiu unificar completamente o processo. As provas digitais e impressa serão exatamente as mesmas, e também serão aplicadas nos mesmos dias e nos mesmos horários.

As provas serão divididas em quatro áreas do conhecimento, cada uma com 45 questões:

  • Linguagens, códigos e suas tecnologias;
  • Ciências humanas e suas tecnologias;
  • Ciências da natureza e suas tecnologias;
  • Matemática e suas tecnologias.

Além das questões de múltipla escolha, os estudantes terão de fazer uma redação de 30 linhas.

O Enem é usado como vestibular por várias instituições de ensino federais e estaduais, e também serve como referência para programas como o ProUni, que abre vagas no ensino superior em universidades particulares, além de universidades portuguesas que também usam a prova como meio de acesso. 

A taxa de inscrição do Enem 2021 é de R$ 85,00.

Mais Recentes da CNN