Com 2º fevereiro mais seco desde 1995 em SP, Cantareira tem menor volume em 6 anos

Foram registrados 17 dias com chuva na capital paulista neste fevereiro, índice é inferior à média de 21 dias chuvosos no período

Represa do Rio Jaguari, que compõe o Sistema Cantareira
Represa do Rio Jaguari, que compõe o Sistema Cantareira Luis Moura/WPP/Estadão Conteúdo

Lucas RochaCarolina Figueiredoda CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

Com calor e tempo seco nesta segunda-feira (28), a cidade de São Paulo mantém a tendência registrada ao longo do mês, que chega ao fim como o segundo fevereiro mais seco na capital paulista desde 1995, quando foram iniciados os levantamentos do Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), da prefeitura.

Em 26 dias de fevereiro, o CGE registrou 17 dias com chuva, inferior à média que é de 21 dias chuvosos no período.

O acumulado médio de precipitação até às 13h deste domingo (27) é de 75,1mm, o que corresponde a apenas 34% da média do mês, que é de 220,8mm, segundo o CGE. O índice deste fevereiro fica atrás apenas dos valores registrados no mesmo mês em 2018, quando o acumulado foi de 64,0mm.

A falta de chuvas na região reflete na situação do Sistema Cantareira, o maior produtor de água da Região Metropolitana de São Paulo. De acordo com a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), o sistema opera com 43% do volume nesta segunda-feira – menor índice em seis anos para o período.

Situação dos Mananciais Cantareira em 27 de fevereiro ao longo dos anos:

  • 2022 – 43%
  • 2021 – 48,2%
  • 2020 – 58%
  • 2019 – 47%
  • 2018 – 52,4%
  • 2017 – 62,%
  • 2016 – 23,2%
Próximos dias serão de tempo seco e calor na cidade de São Paulo / Rovena Rosa/Agência Brasil

Tendência para os próximos dias

A semana começa com o predomínio de uma massa de ar quente e seco, o que vai traz dias ensolarados para a cidade de São Paulo. Com temperaturas elevadas, os índices de umidade devem ficar abaixo do ideal, perto dos 30% nas horas mais quentes do dia.

Na terça-feira (1º), o sol e o calor predominam na capital. Entre o fim da tarde e o início da noite, a entrada da brisa marítima favorece a chegada de umidade e a formação de nuvens. A sensação de calor diminui e não há expectativa de chuva. Os termômetros oscilam entre 20°C ao amanhecer e 33°C à tarde.

A Quarta-feira de Cinzas (2) também será um dia de sol e temperaturas elevadas. Entre o meio da tarde e o início da noite, o calor e a entrada da brisa marítima geram nuvens carregadas que provocam chuvas em forma de pancadas isoladas com curta duração. Além disso, segundo o CGE, rajadas de vento poderão atingir a cidade, que terá mínima de 21°C e máxima de 32°C.

Mais Recentes da CNN