Coronavírus: Doria anuncia fechamento de museus e bibliotecas por um mês

Os 153 centros de idosos do estado de São Paulo serão fechados por 60 dias

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB)
O governador de São Paulo, João Doria (PSDB) Foto: João Alvarez - 13.mar.2020/Fotoarena/Estadão Conteúdo

Ouvir notícia

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou neste domingo (15) o fechamento de bibliotecas, museus e centros culturais de terça (17) até o dia 17 de abril. A medida faz parte de um pacote de ações para reduzir a proliferação das infecções pelo novo coronavírus (COVID-19).

Os 153 centros de idosos do estado serão fechados por 60 dias. O governo está também recomendando que cinemas, casas de shows e teatros privados permaneçam fechados de 17 de março a 17 de abril.

Também a partir de terça, todos os funcionários públicos com mais de 60 anos passarão a trabalhar a partir de casa, com exceção daqueles dos setores de segurança pública e de saúde. “Esses seguirão suas funções normalmente”, disse.

“A prioridade do governo é proteger vidas, e estas são medidas que estão sendo tomadas com amparo da ciência”, disse o governador, alertando que novas restrições de circulação ainda podem ser anunciadas.

Segundo o Ministério da Saúde, o estado de São Paulo tinha 136 casos confirmados do novo coronavírus até o começo da noite de domingo, o que representa mais da metade dos 200 pacientes com COVID-19 no Brasil.

Com Estadão Conteúdo

Mais Recentes da CNN