Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Corpos no barco: PF acredita que ao menos 25 pessoas estavam em embarcação à deriva

    Nove corpos foram encontrados em estado de decomposição; perícia começa para identificar vítimas

    Elijonas Maiada CNN

    A Polícia Federal (PF) acredita que ao menos 25 pessoas estavam no barco encontrado à deriva no nordeste do Pará. Ao todo, nove corpos foram encontrados e documentos apontam que as vítimas são da Mauritânia e do Mali, na África. A investigação, porém, suspeita que o barco tinha mais ocupantes quando iniciou a viagem.

    “Ao menos 25 pessoas estavam na embarcação à deriva encontrada na região de Bragança no último sábado (13). Esse é o número de capas de chuva (23 verdes idênticas e duas amarelas) que estava no barco, de acordo com a perícia da Polícia Federal”, diz a PF em nota.

    Segundo o superintendente da PF no Pará, José Roberto Peres, alguns documentos encontrados no barco também indicam que a embarcação partiu após o dia 17 de janeiro de 2024 da África e que as vítimas eram migrantes.

    A distância estimada pela PF de onde o barco ficou à deriva até ser encontrado no Pará foi 4.800 km.

    A perícia da Polícia Federal, que já começou, deve apontar com exatidão o local de saída do barco e as causas das mortes. Sobre demais pessoas que estariam no barco e que os corpos não foram achados, a PF não informou suspeitas sobre o que pode ter acontecido.