Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Criminosos fazem reféns em agência dos Correios na Grande São Paulo

    Três pessoas foram presas em flagrante na noite de segunda-feira (22)

    Criminosos fazem reféns em agência dos Correios na Grande São Paulo
    Criminosos fazem reféns em agência dos Correios na Grande São Paulo Reprodução

    Duda CambraiaJulia Fariasda CNN

    Câmeras de segurança flagraram o momento em que três criminosos chegaram à agência dos Correios na Av. Inocêncio Seráfico, em Carapicuíba, na Região Metropolitana de São Paulo, e fizeram nove pessoas reféns para roubar o local.

    Dois homens, ambos de 42 anos, e uma mulher, de 36, foram presos em flagrante por roubo. O trio chegou na agência por volta das 18h21 e obrigou os funcionários a deitarem no chão enquanto vasculhavam o local. Após rendidos, os reféns foram trancados em uma sala nos fundos do imóvel.

    Policiais militares foram acionados e encontraram os criminosos no local. A arma usada por eles foi localizada em uma gaveta, o objeto foi apreendido com um veículo, que tinha a placa adulterada e estava em uma rua próxima. A equipe impediu o prejuízo de R$ 1,4 mil do cofre da empresa e recuperou nove celulares.

    Com a chegada dos policiais, um dos suspeitos foi até os agentes se passando por vítima para tentar fugir, mas foi identificada e detida no local. Em seguida, os policiais encontraram, embaixo e ao lado de um caminhão, os outros dois envolvidos.

    Os pertences pessoais das vítimas foram devolvidos e os suspeitos conduzidos ao 1º DP de Carapicuíba, onde o caso foi registrado como roubo qualificado com emprego de arma de fogo.

    Em nota, os Correios afirmam que se disponibilizaram a apoiar os funcionários da agência assaltada, que tem administração terceirizada. A unidade permanecerá fechada nesta terça.

    “Os Correios mantêm parceria com os órgãos de segurança pública para prevenir, investigar e coibir crimes contra os serviços postais. Por ser assunto relacionado à segurança e para preservar a integridade dos funcionários terceirizados e dos clientes, a empresa não divulga detalhes sobre o tema”, completa o comunicado.