Dados de atividade na Europa melhoram humor de mercados; IPCA é destaque no Brasil

Sexta-feira (11) começou do lado positivo na Europa ancorado pela divulgação de dados da atividade econômica do Reino Unido – maior que o esperado

Thais Herédiada CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

Um dia perde, no outro tenta recuperar. Esse tem sido o roteiro dos mercados nas ultimas semanas.

A sexta-feira (11) começou do lado positivo na Europa, ancorado pela divulgação de dados da atividade econômica do Reino Unido – maior que o esperado – e uma mudança de postura do banco central europeu, admitindo uma inflação acima de 5% este ano e acelerando a retirada dos estímulos.

Vladimir Putin anunciou que houve alguma mudança no diálogo com a Ucrânia, mas não deu detalhes.

O governo americano conseguiu aprovar na quinta à noite (10) um pacote de quase US$ 14 bilhões de ajuda aos ucranianos, com apoio massivo entre os republicanos.

Já a negociação para um acordo com o Irã, que aumentaria a oferta de petróleo no mercado, perdeu força, e o barril do brent e do WTI (West Texas Intermediate) estão em alta.

Brasil

Aqui no brasil, a semana termina com um certo toma lá, da cá também.

O resultado do IPCA de fevereiro saiu agora há pouco e foi acima do esperado: 1,01%, o maior para o mês em sete anos. Educação e alimentos puxaram o resultado, mas todos os grupos de produtos e serviços tiveram alta no mês passado.

A difusão média dos preços na economia subiu para perto dos 75%. Em doze meses, o IPCA acumula alta de 10,54%.

A Petrobras anunciou maior reajuste dos combustíveis em duas décadas, com preço do diesel subindo quase 25% para distribuidoras.

A política aprovou ontem mesmo, no Senado e na Câmara, os dois projetos que mexem na formação de preços dos combustíveis. Um deles cria o fundo estabilizador, o outro muda cálculo de cobrança do ICMS.

O Congresso ainda criou auxilio gás e gasolina e botou um pé no modelo de preços da Petrobras ao incluir os custos internos de produção além da importação de do câmbio.

Os dois projetos já podem ser sancionados pelo governo. Mas antes, falta superar a lei eleitoral que impede criação de benefícios em ano com eleição. A Petrobras também precisa entender melhor como aplicar o quis o Congresso Nacional.

Os estados prometeram briga na justiça contra alíquota única do ICMS.

O ministro da Economia Paulo Guedes conseguiu adiar a aplicação de um subsídio para os preços.

As previsões para o IPCA do ano sofreram revisões ontem com anuncio da Petrobras. Depois do índice de fevereiro, uma nova rodada deve acontecer. Hoje é o dia de coleta dos dados para o focus do Banco Central (BC).

Andre Braz prevê IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) de até 7,5% por causa do reajuste da Petrobras, temendo pecar pela falta e não pelo excesso no cálculo sobre os impactos indiretos na economia.

Índices

O Ibovespa futuro tem alta de 0,63% com 115.256 pontos. O dólar cai 0,42% sendo cotado a R$ 4,99 e S&P futuro sobe 1,22%.

Agenda do Dia

No Brasil, o mercasdo monitora as repercussões da aprovação dos projetos que pretendem reduzir preços dos combustíveis e, às 11 horas, o governo anuncia o plano nacional de fertilizantes. Como foi antecipado pela CNN, o plano tem pouco efeito no curto prazo já que prevê reduzir a dependência das importações em até 30 anos.

No exterior, o mercado acompanha guerra na Ucrânia e declarações de lideranças na Europa e nos Estados Unidos.

Mais Recentes da CNN