Demissões na Economia, auxílio a caminhoneiros e mais da noite de 21 de outubro

5 Fatos Noite, apresentado por Carol Nogueira, repercute as principais notícias do Brasil e do mundo

Da CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

As demissões no Ministério da Economia, auxílio a caminhoneiros prometido por Jair Bolsonaro, a reação do mercado às ameaças ao teto de gastos, decreto de prisão a blogueiro bolsonarista e mais acontecimentos desta quinta-feira, 21 de outubro.

Demissões no Ministério da Economia

Os secretários do Tesouro e Orçamento, Bruno Funchal, e do Tesouro Nacional, Jeferson Bittencourt, pediram demissão ao ministro Paulo Guedes. Outros dois secretários adjuntos também pediram exoneração.

Auxílio a caminhoneiros

Em evento na Paraíba, Jair Bolsonaro disse que o governo irá conceder uma ajuda a R$ 750 mil a caminhoneiros autônomos para compensar a alta do diesel. Mais cedo, o presidente confirmou o valor de R$ 400 do Auxílio Brasil para 17 milhões de famílias, a partir do mês que vem.

Reação do mercado a teto

O mercado financeiro reagiu à ameaça de drible ao teto de gastos, após as declarações do ministro Paulo Guedes. Os temores se intensificaram depois que Bolsonaro prometeu um auxílio a caminhoneiros. O Ibovespa desabou: chegou a cair 4% durante o dia, e encerrou com queda de 2,75%. O dólar disparou, chegou a ser cotado a R$ 5,68 centavos, e encerrou a quinta-feira a R$ 5,66.

Prisão de blogueiro bolsonarista

O ministro Alexandre de Moraes determinou a prisão preventiva e a extradição do blogueiro Allan dos Santos, que está nos Estados Unidos. A ordem de prisão foi dada por Moraes no dia 5 de outubro, com base no inquérito que apura a existência de uma organização criminosa para a disseminação de informações falsas.

Veto da China

O ministro de Relações Exteriores, Carlos França, pediu ao ministro de negócios da China o fim do veto à compra da carne brasileira, que já dura seis semanas. Interlocutores do ministro afirmam que o governo chinês sinalizou que deve solucionar o impasse em breve.

Mais Recentes da CNN