Discurso de Biden e Bolsonaro na Cúpula do Clima e mais da tarde de 22 de abril

5 Fatos Tarde, apresentado por Tainá Farfan, traz as principais notícias do Brasil e do mundo

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

O início da Cúpula do Clima com discursos de Joe Biden e Jair Bolsonaro, a possibilidade da sanção do orçamento federal, julgamento da suspeição de Sergio Moro e mais da tarde desta quinta-feira, 22 de abril de 2021.

Discurso de Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro discursou nesta quinta-feira (22) na Cúpula do Clima. Sem a presença do anfitrião, o presidente norte americano Joe Biden, Bolsonaro foi o vigésimo primeiro a discursar e anunciou a revisão das metas ambientais, com redução de emissões de carbono pelo Brasil para 37% em 2025, e 43% até 2030. Ele ainda se comprometeu em eliminar o desmatamento também até o ano de 2030. O presidente da República ainda reforçou que é “preciso haver justa remuneração pelos serviços ambientais prestados por nossos biomas ao planeta” e encerrou seu discurso falando em “responsabilidade coletiva”.

Discurso de Biden

O presidente norte-americano, Joe Biden, abriu os discursos da Cúpula do Clima e prometeu reduzir as emissões de gases do efeito estufa pelos Estados Unidos em 50% até 2030. O presidente da China, Xi Jinping, também discursou e prometeu reduzir o uso de carvão no país, que é o maior emissor mundial de gases do efeito estufa. O presidente chinês ainda afirmou que o país vai alcançar a neutralidade nas emissões de carbono até 2060.

Suspeito

O plenário do Supremo Tribunal Federal julga a decisão da segunda turma de manter a suspeição do ex-juiz Sergio Moro nos casos da Operação Lava-Jato de Curitiba. A segunda turma decidiu, por 3 votos a 2, pela parcialidade de Moro.

Orçamento

O presidente Jair Bolsonaro sanciona hoje o orçamento depois de muitos impasses políticos sobre o assunto. Houve um grande impasse neste ano. O projeto aprovado pelo Congresso cortava mais de R$ 26 bilhões em gastos fixos, como previdência e abono salarial e destina esses recursos para emendas parlamentares.

Fraude

A Polícia Civil do Rio de Janeiro cumpre nesta quinta-feira (22) oito mandados de busca e apreensão contra suspeitos de fraudes em oferta de vacinas contra a Covid-19. A empresa e seus representantes são investigados por venderem lotes do imunizante de Oxford/AstraZeneca a prefeituras sem garantir a entrega do produto. Segundo a polícia, mais de 20 municípios receberam a oferta fraudulenta da empresa

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br

 

Mais Recentes da CNN