Doria diz que uso de máscaras em SP seguirá obrigatório até o fim do ano

Governador de São Paulo informou que uma nova avaliação de uso do equipamento de proteção será feita em dezembro

São Paulo imuniza mais de 500 mil pessoas nas Virada da Vacina
São Paulo imuniza mais de 500 mil pessoas nas Virada da Vacina Foto: Edson Lopes Jr. / Prefeitura de São Paulo

Rafaela Lara e Julyanne Jucá, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

O governador do estado de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou nesta quarta-feira (18) que o uso de máscaras de proteção contra a Covid-19 continuará obrigatório até o fim deste ano. 

Segundo ele, uma nova avaliação da obrigatoriedade do uso do equipamento de proteção durante o próximo ano deverá ser feita pelo governo, mas a máscara seguirá obrigatória até o dia 31 de dezembro. 

“Aqui, no estado de São Paulo, o uso de máscaras será sim obrigatório, pelo menos, até o dia 31 de dezembro. Inclusive com previsão de pena em lei para pessoas e estabelecimentos comerciais que não cumprirem com essa regra de proteção”, disse Doria. 

“Em dezembro reavaliaremos a situação para decidir sobre o uso de máscara no ano que vem.”

O estado avançou nesta terça-feira (17) para a fase de retomada segura do Plano SP, que estabelece medidas de combate à pandemia de Covid-19.

Com isso, não haverá mais restrições de horário e o atendimento presencial volta a ter capacidade de 100%, mas mantendo as regras para máscaras, distanciamento e protocolos de higiene em vigor no estado.

Entre os dias 1º e 16 de agosto, comércio e demais atividades econômicas puderam funcionar com 80% da capacidade. A flexibilização acontece após o avanço da vacinação contra Covid-19 no estado e queda no número de internações. 

Mais Recentes da CNN