Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Elevador Lacerda, um dos cartões postais de Salvador, completa 150 anos

    Considerado o primeiro elevador urbano do mundo, o equipamento foi criado para solucionar um problema de desnível da cidade na época

    Elevador Lacerda completa 150 anos nesta sexta-feira (08)
    Elevador Lacerda completa 150 anos nesta sexta-feira (08) Camila Tíssia/CNN

    Camila Tíssiada CNN

    Um dos mais famosos cartões-postais de Salvador e com vista para a Baía de Todos-os-Santos, o Elevador Lacerda, inaugurado em 8 de dezembro de 1873, completa 150 nesta sexta-feira (8). Com duas torres e quatro cabines, o monumento conecta a Cidade Alta à Cidade Baixa da capital baiana.

    “Estou aqui há três dias trabalhando e me ajudou muito com a locomoção. Achei rápido e os funcionários atenciosos. Fora a vista maravilhosa, acabei de tirar umas fotos”, declarou Miguel Araújo, gerente da área de tecnologia, que é de Fortaleza e está de passagem por Salvador.

    Para o senhor aposentado, Alberto Alves, não se trata apenas de um ponto turístico, o Elevador Lacerda é uma solução de transporte para quem anda pela região central de Salvador. “Salvador tem toda uma história a contar. Para mim quando era bem novo e vinha trabalhar aqui fazia parte da minha rotina”.

    O nome é em homenagem ao engenheiro baiano Antônio de Lacerda – idealizador e construtor da estrutura. Considerado o primeiro elevador urbano do mundo, o equipamento foi criado para solucionar um problema de desnível da cidade na época, como conta o professor e historiador Ricardo Carvalho. “Mais do quê um marco e referência, era naquele momento um aparelho fundamental para estrutura da cidade, de comunicação da parte baixa com a parte alta. A falha de Salvador atrapalhava muito esses dois setores da cidade. Além de quê era uma forma de ligar a cidade, junto com o sistema de bondes, Salvador ganhou uma nova dimensão urbana”, afirmou à CNN.

    Ao longo das décadas, o equipamento foi evoluindo e modernizando a estrutura. Atualmente, o elevador mais famoso da Bahia chega a transportar 900 mil passageiros por mês ou, em média, 28 mil pessoas por dia, em uma viagem que tem 30 segundos de duração. Para utilizar o transporte é necessário pagar R$ 0,15 por trecho.

    A Prefeitura de Salvador informou que prevê uma obra de revitalização na estrutura em 2024. O espaço deve ganhar uma nova pintura, varandas e até um sistema renovável de ar-condicionado. A reforma tem previsão de durar cinco meses.