Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Em apenas 24 horas, Minas Gerais registra 10 mortes por dengue no estado

    Segundo a Secretaria de Estado de Saúde já são 36 óbitos confirmados pela doença

    Amostras do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue
    Amostras do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue Laboratório Central de Saúde Pública Noel Nutels (Lacen-RJ)

    Daniela Mallmannda CNN

    Belo Horizonte

    A situação do estado de Minas Gerais em relação à dengue está cada vez mais crítica. Segue sendo o estado com maior número de casos prováveis de dengue em todo o país.

    Segundo as informações do Painel de Monitoramento de Casos de Arboviroses, da Secretaria de Estado de Saúde, em apenas 24h, houve a confirmação de mais 10 mortes. Com isso, o número de óbitos pela doença já chega a 36.

    As cidades onde estes óbitos ocorreram foram Betim, Conselheiro Lafaiete, Contagem, Matheus Leme, Morro da Graça, Patos de Minas, Santa Luzia, Sobrália e Belo Horizonte.

    Além dos 36 óbitos confirmados, há outros 155 mortes em investigação. O número de casos confirmados chegou a mais de 93 mil e outros 260 mil casos estão sendo investigados.

    As mulheres continuam sendo maioria com 54,5% dos casos. Os homens representam 45,14% dos diagnósticos positivos. A faixa etária mais atingida são de pessoas de 20 a 29 anos e 30 a 39 anos.

    Segundo a Secretaria de Estado de Saúde esse já é considerado o pior ano epidêmico de dengue do estado. Minas Gerais já passou por outras quatro epidemias da doença, nos anos de 2010, 2013, 2016, 2019.

    Além de Belo Horizonte, outros 47 municípios mineiros decretaram situação de emergência pela dengue.