Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Entregador de aplicativo é agredido por cliente na Barra da Tijuca após solicitar um código obrigatório de entrega

    De acordo com a Polícia Civil, diligências estão em andamento para esclarecer os fatos; cliente já foi bloqueada do aplicativo, segundo a empresa iFood

    Imagem de agressão contra entregador de aplicativo
    Imagem de agressão contra entregador de aplicativo Reprodução/Redes Sociais

    Dayres Vitoriada CNN

    São Paulo

    Um entregador de refeições por aplicativo foi agredido por uma cliente durante uma entrega realizada em um condomínio da Barra da Tijuca, zona Oeste do Rio de Janeiro, nesta última quarta-feira (13). Segundo a empresa iFood, após a agressão, a mulher foi bloqueada do aplicativo.

    Lucas Reinaldo registrou os momentos de tensão que viveu na portaria do condomínio. Ele foi agredido pela cliente após solicitar um código obrigatório de confirmação para completar a entrega do pedido. A cliente então, teria se recusado a informar o código.

    O vídeo gravado pelo próprio entregador já circula nas redes sociais. Nas imagens, ele avisa que está no local apenas para trabalhar e se aproxima da cliente na portaria do prédio, carregando o pedido.

    Lucas, ainda nas imagens, alerta que a mulher está querendo agredi-lo. Em seguida, ele grava o rosto dela, que logo após avança contra ele e tenta tomar seu celular.

    Ainda durante a gravação, o jovem avisa que está tremendo.

    Após o ocorrido, o entregador compareceu a uma delegacia e registrou um boletim de ocorrência. Segundo a Polícia Civil do Rio de Janeiro, o caso está sendo investigado na 16ª Delegacia Policial – Barra da Tijuca.

    Em nota, a empresa iFood, para qual Lucas trabalha, informou que após apuração interna, imediatamente bloqueou a cliente da plataforma.

    Além disso, a empresa também garantiu que advogados e psicólogos foram disponibilizados para o entregador, que aceitou prontamente o apoio dos profissionais.

    O iFood reforçou que o código de entrega é uma medida cobrada para garantir tanto a segurança dos clientes quanto a dos entregadores. A firma também afirmou não tolerar qualquer tipo de agressão contra seus entregadores:

    “O iFood não tolera qualquer tipo de ofensas, agressões, manifestações de preconceito ou assédio contra os entregadores parceiros”, informou a empresa em nota.

    Ainda de acordo com a Polícia Civil, diligências estão em andamento para esclarecer todos os fatos envolvendo a cliente e o entregador.

    Já Polícia Militar informou que não recebeu acionamento para o local.