Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Após seca extrema, Amazonas tem previsão de chuvas intensas

    Ainda em situação de emergência pela estiagem, estado está em alerta para grandes volumes de chuva neste sábado (16)

    Guilherme Gamada CNN*

    São Paulo

    Ainda sob efeito de uma seca, o Amazonas está em alerta amarelo de perigo potencial de chuvas, emitido pelo Instituto Nacional de Metrologia (Inmet). A Defesa Civil Estadual informa que o aviso para chuvas volumosas tem validade até a manhã deste sábado (16).

    A previsão é de chuva entre 20 e 30 mm/h ou até 50 mm/dia e ventos intensos de até 60km/h.

    Além do Amazonas, mais seis estados estão em alerta: Acre, Maranhão, Rondônia, Mato Grosso, Pará e Tocantins.

    Apesar do temporal, a Defesa do Amazonas informa que o risco é baixo de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas.

    A recomendação é desligar aparelhos elétricos, quadro geral de energia e evitar usar aparelhos eletrônicos ligados à tomada.

    Seca extrema

    A Defesa Civil do Amazonas mantém os 62 municípios do estado em emergência, devido à estiagem:  637 mil pessoas e 159 famílias são afetadas.

    As principais bacias do Amazonas devem ter atrasos na normalização de seus níveis nos próximos meses. A exceção é o Rio Madeira, onde os níveis devem permanecer abaixo da normalidade.

    Segundo previsão do Laboratório de Modelagem do Sistema Climático Terrestre (Labclim) da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), o período de chuvas deve voltar ao normal a partir de fevereiro de 2024 no Amazonas.