Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Entregador do iFood leva tapa no rosto de cliente no Rio de Janeiro

    A Secretaria de Administração Penitenciária instaurou um procedimento disciplinar para apurar o caso, já que o agressor é policial penal

    Rachel Amorimda CNN

    no Rio de Janeiro

    Uma entrega por aplicativo de delivery terminou em agressão no bairro de Campo Grande, na zona oeste do Rio de Janeiro. O caso ocorreu na terça-feira (21) e vem repercutindo nas redes sociais.

    A confusão começou porque o motoboy não subiu até o apartamento do cliente para entregar o pedido. Ele ficou aguardando a retirada da encomenda na entrada do prédio e isso irritou o morador.

    Com um celular, o entregador gravou o momento em que leva um tapa no rosto do homem que tinha feito o pedido. Nas imagens, o agressor aparece bastante alterado e chega a dizer: “Tá pensando que está falando com quem?”

    Veja o vídeo gravado pelo motoboy:

    O agressor foi identificado como um policial penal. A Secretaria de Administração Penitenciária do Rio de Janeiro informou que tomou conhecimento do caso, repudiou o que chamou de “desvio de conduta” do agente penitenciário e disse que instaurou um procedimento disciplinar através da corregedoria para apurar o ocorrido.

    Depois do que aconteceu, entregadores se reuniram em frente ao condomínio, em Campo Grande, e realizaram um protesto. A Polícia Militar foi acionada e um homem foi conduzido até a delegacia por desacato.

    Em nota, o iFood informou que o uso de violência é inaceitável e que apura o caso para tomar as medidas cabíveis.

    Outro trecho da nota diz o seguinte:

    “Descer para buscar o pedido é uma das formas que podemos adotar no dia a dia para demonstrar respeito aos entregadores. O iFood não faz nenhuma exigência aos profissionais que trabalham na plataforma para realizar a entrega diretamente no apartamento do cliente, por entender que há variáveis como regras do condomínio, questões de segurança ou por não existir condições de estacionar a moto na via pública, por exemplo”

    O iFood reiterou que as boas práticas na relação com entregadores têm sido reforçadas nos canais de comunicação da empresa e também no aplicativo.

    Segundo a Polícia Civil, o caso foi registrado na 35ª DP (Campo Grande). Os envolvidos são aguardados na delegacia para prestar depoimento. Diligências estão em andamento para esclarecer os fatos.