Escolas particulares do Rio retomam aulas presenciais nesta segunda; veja regras

Melhora na classificação de risco da região metropolitana possibilitou a liberação

Pauline Almeida, da CNN, no Rio de Janeiro

Ouvir notícia

 

As escolas privadas da cidade do Rio de Janeiro estão autorizadas a retomar as aulas presenciais a partir desta segunda-feira (1º). O que possibilitou a liberação foi a melhora na classificação de risco da região metropolitana I, dentro do mapa divulgado pelo governo estadual. Na divulgação realizada na última sexta-feira (29), a área saiu da bandeira vermelha (alto risco) para laranja (moderado).

O Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino do Município do Rio de Janeiro (Sinepe) confirmou que algumas unidades já retomam o ano letivo nesta segunda-feira, como a Escola Americana, que tem unidades na Barra da Tijuca e na Gávea, e o Colégio Servita Rainha dos Corações, no Pechincha. Outras, como o tradicional Colégio Santo Inácio, em Botafogo, agendaram o retorno para a próxima quarta-feira (3). Várias unidades ainda optaram pelo próximo dia 8.

Lucas Werneck Machado, diretor do Sinepe, garantiu que as escolas estão preparadas. “Estamos prontos de acordo com os protocolos do Estado e do Município, seguindo as orientações das autoridades sanitárias”, afirmou à CNN Brasil.

Segundo o Sinepe, o retorno presencial é facultativo para os alunos e a orientação é que os profissionais com comorbidades sigam apenas em atividades remotas. As unidades ainda vão cumprir as regras determinadas por uma resolução conjunta das secretarias de Estado da Saúde e de Educação sobre a ocupação das salas de aulas. O índice pode variar entre 35% e 100%, de acordo com a cor da bandeira de risco para o novo coronavírus.

Regras

Educação Infantil e Ensino Fundamental – Anos Iniciais (1º e 2º Ano)
– De até 50% da capacidade de atendimento da Unidade Escolar, no caso de Bandeira Laranja;
– De até 75% da capacidade de atendimento da Unidade Escolar, no caso de Bandeira Amarela;
– De até 100% da capacidade de atendimento da Unidade Escolar, no caso de Bandeira Verde.

Ensino Fundamental – Anos Iniciais (3º ao 5º Ano), Anos Finais (6º a 9º Ano) e Ensino Médio
– De até 35% da capacidade de atendimento da Unidade Escolar, no caso de Bandeira Laranja;
– De até 50% da capacidade de atendimento da Unidade Escolar, no caso de Bandeira Amarela;
– De até 100% da capacidade de atendimento da Unidade Escolar, no caso de Bandeira Verde.

Rede municipal

Ano letivo começa no dia 8 de fevereiro, ainda com atividades remotas. Aulas presenciais voltam aos poucos, a partir de 24 de janeiro. 

Rede estadual

Ano letivo começa no dia 8 de fevereiro, ainda com atividades remotas. Aulas presenciais devem voltar no dia 1º de março, para cerca de 10% dos alunos de toda a rede, que não possuem acesso à internet.

Mais Recentes da CNN