Escolas públicas e particulares começam a suspender aulas em São Paulo

Calendário escolar foi alterado para conter avanço do coronavírus (COVID-19) no estado; decisão vai até dia 23 de março

Da CNN Brasil, em São Paulo

Ouvir notícia

A partir desta segunda-feira (16), as aulas das redes pública e particular começam a ser suspensas em São Paulo. A decisão é uma medida contra o avanço do coronavírus (COVID-19), que tem 136 casos confirmados em todo o estado e 200 no Brasil, conforme números atualizados do Ministério da Saúde.

O conteúdo do ano letivo já está suspenso e, com isso, os alunos que não forem às aulas a partir de hoje não irão receber falta. 

Na primeira semana, as escolas continuarão abertas para que os pais dos alunos tenham tempo de se organizar para deixá-los sob a supervisão de alguém. A recomendação é evitar o contato das crianças com avós, a fim de evitar contaminação de idosos, que fazem parte do grupo mais sensível aos efeitos do vírus no organismo. 

Ainda nesta segunda, uma reunião entre secretarias municipais e estaduais de Educação define o cronograma da primeira semana de adaptação nas escolas.

Inicialmente, mudança vale até o dia 23 de março. As aulas perdidas durante esse período devem ser recuperadas durante o que seria o período comum de férias escolares.

Mais Recentes da CNN