Estado de SP tem menor taxa de ocupação em leitos de UTI desde o início da Covid

A porcentagem de leitos preenchidos chegou a 49,1%, abaixo da marca de 53,9% registrada em 31 de agosto, que até então era a menor desde o começo da pandemia

UTI: taxa de ocupação dos leitos é um dos critérios utilizados para classificar as regiões do estado dentro do Plano SP
UTI: taxa de ocupação dos leitos é um dos critérios utilizados para classificar as regiões do estado dentro do Plano SP Foto: Marcello Casal Jr/ Agência Brasil

Julyanne Jucá e Giovanna Bronze,

da CNN Brasil, em São Paulo

Ouvir notícia

O Estado de São Paulo alcançou a menor taxa de ocupação dos leitos de Terapia Intensiva (UTI) desde o início da pandemia da Covid-19. Nesta sexta (18), a porcentagem de leitos preenchidos chegou a 49,1%, abaixo da marca de 53,9% registrada em 31 de agosto e considerada a menor até aquele momento. 

Jean Gorinchteyn, secretário estadual de Saúde, afirmou que “estamos com uma melhora histórica no Plano São Paulo, na taxa de ocupação em leitos de terapia intensiva. É o menor e melhor índice que tivemos desde o início da pandemia.” A fala foi feita durante a coletiva de imprensa desta sexta.

Leia também:
Brasil confirma intenção de aderir a programa Covax de vacinas contra Covid-19
OMS: 172 países aderiram a plano para fornecimento de vacina contra Covid-19

A taxa de ocupação dos leitos de UTI é um dos critérios utilizados para classificar as regiões do estado dentro do Plano SP. Outras regras utilizadas pelo Governo estadual para avaliar em qual fase a região se encaixa são número de novas internações e número de óbitos. 

O governador João Doria disse que o número de internações pela Covid-19 no estado diminuiu cerca de 3% em relação à semana anterior, o que representa a 8ª semana em queda. Além disso, o Estado vem comemorando, pela 5ª semana consecutiva, a queda no número de óbitos. Atualmente, o Estado registra 924.532 casos confirmados e 33.678 óbitos e todas as regiões do Estado permanecem na fase amarela do Plano, desde o último dia 11.

A capital paulista também vem apresentando melhora nos dados. A taxa de ocupação dos leitos de UTI ficou em 41% nesta sexta, segundo o boletim diário da Prefeitura. Por conta deste e dos outros critérios apresentando dados positivos, o prefeito Bruno Covas acredita que a cidade passe para a fase verde na próxima reclassificação do Plano SP, que deve ocorrer na primeira semana de outubro.

Mais Recentes da CNN