Estados e municípios assumem compromisso de zerar emissão de carbono até 2050

Dez estados signatários representam 48% do total de emissões de gases de efeito estufa no Brasil

Poluição de zona industrial na cidade de Ribeirão Preto (SP)
Poluição de zona industrial na cidade de Ribeirão Preto (SP) Foto: Ricardo Funari/Brazil Photos/LightRocket via Getty Images

Teo Cury, da CNN, em Brasília

Ouvir notícia

Estados e municípios brasileiros assumiram nesta quarta-feira (4) o compromisso de zerar a emissão de carbono até 2050. A adesão acontece no âmbito da “Race to Zero”, campanha global das Organização das Nações Unidas comprometida com recuperação econômica verde, resiliente e sem carbono e em alcançar emissões líquidas zero até o meio do século. 

O objetivo é limitar o aumento da temperatura global a 1,5 grau.

Já firmaram o compromisso Minas Gerais, São Paulo, Pernambuco e Pará. Juntos, esses Estados representam 33% das emissões de brasileiras. Nesta quarta-feira, os Estados do Amazonas, Espírito Santo, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Paraná formalizaram o pedido de adesão à campanha. 

Somados, os dez Estados representariam 48% do total de emissões de gases de efeito estufa do Brasil e mais de 50% do PIB brasileiro.

Também aderiram ao programa os municípios de São Leopoldo (RS), Canoas (RS), Salvador (BA), Curitiba (PR), São Paulo (SP), Serra Talhada (PE), Rio de Janeiro (RJ), Niterói (RJ), Recife (PE) e Fortaleza (CE). Além de Estados e municípios, 99 empresas aderiram à campanha. 

O anúncio dos Estados e municípios que aderiram à campanha foi feito no evento “Fechando o Ciclo de Ambição com a Corrida ao Zero no Brasil”, organizado pela embaixada britânica em um hotel em Brasília (DF).

No evento, Peter Wilson, embaixador do Reino Unido no Brasil, destacou a importância de Estados, municípios e empresas assumirem o compromisso. “A possibilidade de zerar as emissões é real. Vocês demonstraram isso. Isso é essencial para evitar crescimento de mais 1,5 grau. Hoje, vocês mostram como podemos atingir esse objetivo-chave em todo o planeta”.

O presidente designado da COP26, conferência da ONU para mudanças climáticas, Alok Sharma, destacou em seu discurso no início do evento a importância de que todos os países se unam, firmem compromissos e tomem medidas para limitar o aumento da temperatura global. 

Ao se dirigir aos governadores brasileiros que acompanhavam o evento de forma presencial e virtual, Sharma pediu que eles determinem compromissos ambiciosos e confirmem que vão atingir a redução zero até 2050. Também disse ser importante que os planos traçados pelos governos e prefeituras detalhem como será a adaptação à mudança climática, que já está acontecendo.

“Essa é uma oportunidade de crescimento. Às vezes, existe uma visão de que não há relação entre preservar a natureza e desenvolver a economia, mas isso não é verdade. No Reino Unido, nos últimos 30 anos, crescemos nossa economia em 8% e conseguimos, ao mesmo tempo, reduzir nossas emissões em 40%. Então nós demonstramos que o crescimento verde é possível”, disse.

Mais Recentes da CNN