Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    FNP assina termo de cooperação para ajudar Petrópolis a se recuperar de tragédia

    Mesmo antes do acordo, cidade da Região Serrana já vinha recebendo apoio de outros municípios

    Bombeiros se equilibram sobre a lama acumulada na Rua Teresa, em trabalho de busca nos deslizamentos de terra das chuvas em Petrópolis
    Bombeiros se equilibram sobre a lama acumulada na Rua Teresa, em trabalho de busca nos deslizamentos de terra das chuvas em Petrópolis Fernando Frazão/Agência Brasil

    Stéfano Sallesda CNN

    no Rio de Janeiro

    Ouvir notícia

    A Frente Nacional de Prefeitos (FNP) e a Prefeitura de Petrópolis assinaram nesta terça-feira (22) um acordo de cooperação técnica para ajudar o município da Região Serrana do Rio de Janeiro a se recuperar da enxurrada, que deixa até um momento um saldo superior a 180 mortos.

    O objetivo é facilitar a oferta de colaboração de outros municípios, para que a cidade se recomponha da tragédia de 15 de fevereiro.

    O acordo prevê ajudas técnicas, como a disponibilidade de engenheiros, geólogos, profissionais de orçamento e de outras áreas, além de equipamentos, mão de obras e colaborações de diferentes tipos que possam ser necessárias.

     

    A FNP vai criar uma comissão, formada por prefeitos que já enfrentaram catástrofes naturais em seus municípios, para que haja troca de experiências sobre as ações de enfrentamento às tragédias.

     

    Mesmo antes da assinatura do termo, cidades já demonstravam solidariedade e disponibilizavam diversos tipos de apoio, como maquinário de Duque de Caxias. No fim de semana, agentes das companhias de limpeza do Rio de Janeiro (Comlurb) e de Niterói (Clin) foram responsáveis pela limpeza da Rua Teresa, o mais importante polo de moda da cidade e um dos principais do estado. A área fica próxima ao Morro da Oficina, onde deslizamentos destruíram cerca de 50 casas.

    O acordo foi assinado simbolicamente, durante reunião on-line, da qual participaram o presidente da FNP, Edvaldo Nogueira (PDT), prefeito de Aracajú, e Rubens Bomtempo (PSB), que está em seu quarto mandato no comando de Petrópolis, e o procurador-geral da cidade serrana, Miguel Barreto.

    “A nossa ideia é para que os prefeitos possam ajudar no que for possível. Todas as Prefeituras. Quem tiver técnicos, experiência, expertise, nessas questões de catástrofe, em questões de solo, em projetos de reconstrução. É o momento do Brasil, de os prefeitos brasileiros darem as mãos a Petrópolis e ao prefeito Rubens Bomtempo”, disse Edvaldo Nogueira.

    O prefeito da cidade serrana agradeceu ao apoio oferecido pelas demais localidades. Quero agradecer a solidariedade de todos os municípios que estão ajudando Petrópolis neste momento tão difícil para todos nós. Estamos trabalhando duro recuperar a nossa cidade. E essa ajuda recebemos com muito carinho. É uma ajuda que acelera a recuperação da cidade, e os moradores de Petrópolis já estão vendo isso”, afirma Bomtempo.

    Mais Recentes da CNN