Foragido, caminhoneiro “Zé Trovão” pode ter deixado o Brasil

O caminhoneiro é investigado em inquérito da Procuradoria-Geral da República (PGR) que apura ameaças à democracia

O caminhoneiro Zé Trovão é procurado pela Polícia Federal
O caminhoneiro Zé Trovão é procurado pela Polícia Federal Reprodução / Redes sociais

Gustavo Uribe

Ouvir notícia

O caminhoneiro Marcos Antônio Pereira, conhecido como “Zé Trovão”, pode ter deixado o Brasil no final do mês passado. Segundo informaram à CNN fontes ligadas às investigações, ele teria saído do Brasil no dia 27 de agosto, antes mesmo de a prisão ter sido determinada, o que aconteceu na última sexta-feira (3).

Segundo apurou a CNN, Zé Trovão pode ter deixado o país em um avião, e a Interpol já foi avisada pelas autoridades brasileiras. A Polícia Federal também acompanha o caso.

O caminhoneiro é investigado em inquérito da Procuradoria-Geral da República (PGR) que apura ameaças à democracia.

O advogado Levi de Andrade, responsável pela defesa de Zé Trovão, informou que fala todos os dias com o seu cliente, mas que não sabe de seu paradeiro.

“Eu nunca perguntei a ele onde ele estava e ele não falou”, afirmou. “Eu não sei, mas a possibilidade de ele estar fora do país é muito grande”, acrescentou.

O advogado ressaltou que ainda tenta ter acesso ao mandado de prisão de seu cliente. Segundo ele, com acesso ao mandado de prisão, ele conversará com Zé Trovão para que ele decida se irá ou não se apresentar às autoridades policiais.

A Polícia Federal tinha o prazo de realizar a prisão do caminhoneiro até as 22h da última sexta-feira, mas ele não foi localizado.

Mais Recentes da CNN