Fundador da Unip e Objetivo, João Carlos di Genio morre aos 82 anos

Médico e professor faleceu por causas naturais; velório acontece, neste domingo (13), no bairro Bela Vista, em São Paulo

Léo LopesBruno Laforéda CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

Morreu em São Paulo neste sábado (12), aos 82 anos de idade, João Carlos di Genio, um dos fundadores do grupo de ensino privado Unip/Objetivo.

Um comunicado do grupo informa que di Genio morreu de causas naturais. Ele completaria 83 anos no próximo dia 27 de fevereiro, deixa esposa e três filhos adolescentes.

O velório acontece, neste domingo (13), até às 16h na Funeral Home, no bairro Bela Vista, na capital paulista.

História

Em 1961, di Genio passou em primeiro lugar para o curso de Medicina em duas universidades.

Uma delas foi a USP (Universidade de São Paulo), onde em 1965, junto de seu colega de curso Drauzio Varella e os médicos Roger Patti e Tadasi Itto, foi fundado um pequeno curso preparatório para faculdades de Medicina na região central de São Paulo.

“Em 1970, foi criado o Colégio Objetivo, com currículo de Ensino Médio. Em 1972, foram implantadas as Faculdades Objetivo, embrião da futura Universidade Paulista – Unip”, informa o site do Objetivo.

Formado médico, di Genio escolheu seguir carreira como professor. Ele “dizia que a inteligência e os talentos deveriam ser tratados como a riqueza de um país”, de acordo com comunicado do grupo Unip/Objetivo.

Em 1988, as faculdades Objetivo foram transformadas na Universidade Paulista (Unip), que iniciou as atividades de 9 de novembro daquele ano. Atualmente, segundo o site da instituição, a Unip conta com mais de 220 mil alunos matriculados e 65 unidades distribuídas por 27 campi.

“Di Genio valorizou a ciência, a tecnologia, a criatividade. […] A realização dos alunos o fazia sorrir e aplaudir. E servia de inspiração para que Di Genio e os professores da escola pudessem ajudar a concretizar os sonhos de cada um dos alunos”, conclui a nota do grupo.

Mais Recentes da CNN