Hotéis do Rio devem ter mais de 80% dos quartos ocupados para Páscoa

Segundo agências de viagens, a capital fluminense é um dos destinos mais procurados do país para o feriado

Fachada do hotel Copabacana Palace, na Avenida Attântica, no Rio de Janeiro.
Fachada do hotel Copabacana Palace, na Avenida Attântica, no Rio de Janeiro. Foto: Divulgação

Filipe Brasilda CNN*

Rio de Janeiro

Ouvir notícia

Os hotéis da cidade do Rio de Janeiro registram uma ocupação de 81,42% para o feriado de Páscoa. Os dados são da Associação de Hotéis do Rio de Janeiro (ABIH-RJ) e do Sindicato dos Meios de Hospedagem do Município do Rio (HotéisRIO). Com a melhora do cenário da Covid-19, o setor nota uma retomada dos visitantes e índices semelhantes ao período anterior à pandemia.

Alfredo Lopes, presidente do HotéisRIO, afirma que os estabelecimentos ainda projetam 85% dos quartos cheios na semana seguinte, durante o feriado de Tiradentes, quando as escolas de samba do Rio de Janeiro vão desfilar na Marquês de Sapucaí.

“Esse Carnaval em abril também será muito bom para o setor, conseguimos estender a nossa alta temporada. Afinal ficamos oito meses fechados e isso vai ajudar na retomada”, afirma.

Os dados da ABIH-RJ mostram que os hotéis localizados na zona oeste da capital são os mais procurados pelos turistas. As regiões da Barra da Tijuca, Recreio dos Bandeirantes e São Conrado lideram o ranking com 89,7% de ocupação. Em seguida, aparecem Ipanema e Leblon, na zona sul, com 88,36%, e Copacabana e Leme, em terceiro, com 85,17%.

Já no interior do estado, a média de ocupação é de 80,39%. Municípios da Região dos Lagos estão entre os mais procurados. A liderança é de Itatiaia, com 91,2%, seguido por Armação dos Búzios, com 89,1%, e Macaé, com 85%. Cabo Frio deve ter 84,8% de ocupação e Arraial do Cabo, 81%.

Movimentação na cidade do Rio de Janeiro

No Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, a Infraero prevê 1.227 voos e 141.137 passageiros, um aumento de 172% no número de pessoas em relação ao feriado de 2021.

Na Rodoviária do Rio, quase 180 mil viajantes devem passar entre esta quinta (14) e a próxima segunda (18). O número de viagens ainda não chega aos níveis do período pré-pandemia. A previsão de movimento para este ano representa 80% do que foi em 2019, no mesmo feriado. Segundo estatísticas da concessionária, as 41 empresas de transporte regular disponibilizarão 5.860 ônibus para atender a demanda.

Os turistas que chegam na cidade virão principalmente de São Paulo, Minas Gerais e Espírito Santo. Já os cariocas que optaram por passar o feriado fora da cidade irão principalmente para Região dos Lagos, o Vale do Café e cidades serranas como Friburgo e Teresópolis. Segundo a rodoviária, a procura também é grande para São Paulo, Minas Gerais e Distrito Federal.

Rio está entre destinos favoritos

A cidade do Rio de Janeiro está entre os principais destinos turísticos do país para o feriado de Páscoa, segundo levantamentos de agências de viagens. Dados da Decolar mostram que a capital fluminense foi a mais procurada pelos turistas do Rio Grande do Sul, Distrito Federal, Goiás e Mato Grosso do Sul.

A empresa ainda aponta que as buscas por viagens pelo Brasil, para o feriado da Semana Santa, cresceram mais de 80% em relação ao mesmo período do ano passado. Os números da pesquisa foram baseados na procura por passagens aéreas tanto no site quanto no aplicativo da empresa.

Já de acordo com a plataforma de buscas Kayak, o Rio ficou em segundo lugar no ranking de destinos mais procurados durante o feriado. São Paulo foi a cidade mais buscada pelos usuários.

Viagens na Páscoa crescem no país em 2022

Cerca de 451 passageiros devem circular pelos 18 aeroportos administrados pela Infraero entre quinta (14) e a próxima segunda-feira (18). O número representa uma alta de 224% em comparação com feriado de 2021.

No ano passado, foram 139 mil pessoas embarcando e desembarcando nos terminais da empresa entre os dias 1º e 5 de abril. No período, a Infraero afirma que “ainda era registrada grande redução nas atividades do setor aéreo em função da pandemia de Covid-19″.

Estão previstos 3,5 mil pousos e decolagens no período – número 167% maior do que os 1,3 mil voos realizados em 2021. A expectativa é de que os dias mais movimentados sejam quinta-feira, com 106 mil passageiros e 849 pousos e decolagens, e segunda (18), com 102 mil passageiros e 812 movimentos de aeronaves.

Após o setor aéreo apresentar queda de 9,1% no volume de receitas no mês fevereiro, por conta do cancelamento das festas de Carnaval, os feriados de abril devem ser positivos para as empresas.

A agência de viagens CVC informou que a procura por passagens para a Páscoa cresceu 60% em comparação com 2021. Os destinos mais procurados foram Porto Seguro, na Bahia, Maceió, em Alagoas, Natal, no Rio Grande do Norte, Fortaleza, no Ceará, e Balneário Camboriú, em Santa Catarina.

*sob supervisão de Pauline Almeida

Mais Recentes da CNN