Ibama pede reforço para resgate no Pantanal após queda de helicóptero

Devido à característica do solo, as máquinas de resgate estão afundando, segundo a assessoria de imprensa do Ibama

Rudá Moreira

Da CNN, em Brasília

Ouvir notícia

Horas após a queda de uma aeronave do Ibama durante os trabalhos de combate às queimadas no Parque do Pantanal Matogrossense, que levou à morte do piloto Mauro Tadeu, de 54 anos, o terreno alagado dificulta o trabalho das equipes de resgate.

Desde cedo, estão sendo frustradas todas as tentativas de remover do local tanto o corpo do piloto quanto o helicóptero. Devido à característica do solo naquela área do Pantanal, as máquinas de resgate estão afundando, segundo a assessoria de imprensa do Ibama.

O Ibama afirma ainda estar em contato com as Forças Armadas para solicitar reforço, para que a remoção possa ser feita por uma aeronave de maior porte.

Ainda de acordo com o Ibama, as primeiras tentativas – sem sucesso – foram executadas pela Secretaria de Segurança Pública de Mato Grosso (Sesp-MT), por meio do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer).

Leia e assista também

Helicóptero do Ibama cai em combate a fogo no Pantanal; bombeiro militar morre

O governo de Mato Grosso afirmou, por meio de nota divulgada pela Sesp-MT, que “o contato com o helicóptero foi perdido por volta de 12h desta segunda-feira (30), quando começaram as buscas por informações e mobilização na região” e que “uma equipe do Águia 02 se deslocou para a região e presta todo auxílio à ocorrência”.

Autoridades lamentam morte de piloto

A nota da Sesp-MT afirma ainda que “o Governo do Estado, por meio do governador Mauro Mendes, e o secretário Alexandre Bustamante, lamenta o ocorrido e presta condolências aos familiares do coronel, que atuava em operações ambientais na região”.

Os ministros do Meio Ambiente, Ricardo Salles, e do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, manifestaram pelas redes sociais solidariedade à família do piloto morto na queda do helicóptero do Ibama que combatia as queimadas no Pantanal. 

“Faleceu em acidente com helicóptero do IBAMA, no cumprimento da brava missão de combate aos incêndios florestais no Parque Nacional do Pantanal Matogrossense”, afirmou Salles. “Desejo força aos amigos e familiares nesse momento de luto”, escreveu Marinho.

 

 

Tópicos

Mais Recentes da CNN