Inquéritos ligados a Bolsonaro, remédios antiCovid e mais da noite de 11 de outubro

5 Fatos Noite repercute as principais notícias do Brasil e do mundo

Da CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

Inquérito ligados a Bolsonaro prorrogados por mais 90 dias, pedido para marcar a sabatina de André Mendonça negado pelo ministro Ricardo Lewandowski, recomendação da terceira dose da Coronavac pela OMS, coquetel contra a Covid desenvolvido pela AstraZeneca e mais acontecimentos desta segunda-feira, 11 de outubro.

Inquéritos ligados a Bolsonaro

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, prorrogou por mais 90 dias o inquérito que apura se o presidente Jair Bolsonaro teria tentado interferir na Polícia Federal. Moraes também prorrogou a investigação sobre uma suposta milícia digital que envolveria aliados do governo e teria atuado contra a democracia.

Pedido para sabatina negado

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal, negou um pedido para marcar a sabatina de André Mendonça, indicado pelo presidente Jair Bolsonaro para uma vaga na corte. No entendimento do ministro, a sabatina é competência do Congresso.

Terceira dose da Coronavac

A Organização Mundial da Saúde recomendou uma terceira dose da Coronavac para pessoas com mais de 60 anos. Segundo a OMS, a decisão foi tomada após a análise de estudos da América Latina que indicam a redução da eficácia ao longo do tempo.

Coquetel contra Covid

O coquetel de anticorpos contra a Covid desenvolvido pela AstraZeneca apresentou resultados positivos em testes clínicos em voluntários. Segundo o laboratório, o medicamento mostrou uma redução significativa de casos graves e de mortes pela doença em pacientes do grupo de risco.

Comprimido contra a Covid-19

A farmacêutica Merck, conhecida no Brasil como MSD, pediu uma autorização de uso emergencial nos Estados Unidos para um comprimido contra a Covid-19. A pílula seria utilizada para tratar casos leves e moderados da doença.

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br

Mais Recentes da CNN