Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Jornalistas da Jornada Galápagos participam de palestras na CNN Brasil

    Grupo de 30 comunicadores de 17 estados conhece o modelo de produção de notícias do canal

    Jornalistas da Jornada Galápagos participam de palestras na CNN Brasil
    Jornalistas da Jornada Galápagos participam de palestras na CNN Brasil CNN Brasil

    Da CNN

    Um grupo de 30 jovens jornalistas teve a experiência de conhecer a sede da CNN Brasil, em São Paulo, na última terça-feira (9). Os selecionados para a Jornada Galápagos vieram de 17 estados diferentes e trabalham em veículos de comunicação, da mídia tradicional e alternativa. Durante a visita, puderam entender todo o processo da produção de notícias do canal.

    “Conhecer a CNN Brasil foi ter uma dimensão real, pulsante, de uma empresa que tem o jornalismo na veia. Entender todo processo de produção das notícias e, principalmente, o “Breaking News” nos permitiu ter uma visão do que é o jornalismo profissional e de qualidade”, disse Davi Vittorazzi, repórter da Rede Mato-Grossense de Comunicação (RMC) em Cuiabá (MT).

    Para Ma Leri, de Juiz de Fora (MG), conhecer a CNN “foi um grande presente da Jornada Galápagos de Jornalismo 2024”. Acrescentou que “conversar com grandes profissionais especializados expandiu os horizontes e fez pensar em novos formatos midiáticos, que valorizem a transparência, a excelência noticiosa e a diversidade”.

    A Jornada Galápagos é um curso de comunicação que reúne jornalistas e produtores de conteúdo de todo país para atualizar, capacitar e formar esses profissionais recém-formados. A participação no projeto é de graça, mas os jornalistas e criadores de conteúdos passam por um processo de seleção. Na avaliação dos inscritos, se considera gênero (incluindo pessoas LGBTQIAP+), classe, raça e região do país. O objetivo é ter um grupo diverso e inclusivo.

    “A jornada é uma oportunidade para que jornalistas e comunicadores possam chegar a mais lugares. As perspectivas territoriais que nós trazemos é o grande diferencial do nosso trabalho, e é o que podemos oferecer de melhor”, disse Hellen Lirtêz, jornalista socioambiental independente de Rio Branco (AC).

    Durante visita à CNN Brasil, o grupo participou de duas palestras, uma sobre Hard News, com o diretor de jornalismo da CNN Brasil Givanildo Menezes e outra sobre “como fazer jornalismo no Brasil que evita notícias”, com Katia Brembatti, presidente da Abraji (Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo).

    Tópicos

    Tópicos