Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Jovem morre eletrocutado no festival “I Wanna Be Tour” no Rio de Janeiro

    A vítima, identificada como João Vinícius Ferreira Simões, de 25 anos, teria recebido a descarga elétrica ao encostar em um food truck

    João Vinícius Ferreira Simões, de 25 anos, morreu eletrocutado durante um festival no Rio de Janeiro
    João Vinícius Ferreira Simões, de 25 anos, morreu eletrocutado durante um festival no Rio de Janeiro Reprodução/redes sociais

    Julia Fariasda CNN*

    Um jovem morreu após ser eletrocutado durante o festival “I Wanna Be Tour”, na madrugada deste domingo (10), no Riocentro, na zona oeste do Rio. A vítima, identificada como João Vinícius Ferreira Simões, de 25 anos, teria recebido a descarga elétrica ao encostar em um food truck da praça de alimentação do evento.

    Em nota, a Secretaria de Segurança Pública informou que está investigando as circunstâncias da morte de João Vinicius e que, apesar de o local não ter sido preservado até a chegada da polícia, a perícia será realizada e eventual prejuízo para as investigações será objeto de responsabilização na forma da lei. Ainda segundo o órgão, os organizadores do evento e outras testemunhas serão chamados para prestar depoimento e diligências estão em andamento para apurar os fatos.

    À CNN, uma testemunha relatou o que teria acontecido. Ela afirmou que após o show da banda “A Day To Remember”, a chuva se intensificou e os espectadores recorreram ao espaço da praça de alimentação para se abrigar.

    A equipe do festival decidiu adiar a entrada de uma das apresentações por conta da chuva, quando uma gritaria se instaurou no local. De acordo com a testemunha, os gritos tinham origem em um food truck.

    ”Vi o rapaz que veio a óbito caído no food truck, de braços cruzados e paralisado […] Cerca de um a dois minutos depois, a energia do estabelecimento foi cortada, algumas pessoas se aproximaram do local e afastaram a vítima da estrutura. Ele estava desfalecido, e um rapaz do público começou a realizar massagem cardíaca”, afirmou o jovem à CNN.

    Ainda segundo esta testemunha, logo em seguida, dois funcionários do evento se aproximaram e conduziram a vítima para uma ambulância que estava apostos para emergências durante o festival, estacionada atrás dos food trucks presentes no local.

    Nesse momento, a testemunha solicitou o isolamento do local, uma vez que visualizou que a fiação ainda estava submersa próxima ao meio-fio.

    “Cerca de 15 a 20 minutos após a vítima receber a descarga elétrica, cortaram a energia o geral que alimentava os food trucks. Um despreparo total”, relatou o frequentador do festival à CNN.

    De acordo com a Polícia Militar do Rio de Janeiro, a corporação foi acionada para a ocorrência. No local, a equipe constatou a morte de João Vinícius. Ele chegou a ser levado para o Hospital Municipal Lourenço Jorge, mas não resistiu. O caso foi registrado na 42ªDP.

    A Secretaria Municipal da Saúde do Rio afirmou que o paciente chegou ao hospital mencionado em parada cardiorrespiratório e morreu no local.

    Já a Secretaria Estadual da Saúde disse que não há registros de atendimento à vítima pelo SAMU. A pasta informa que João Vinícius foi atendido apenas pela equipe médica do evento.

    O Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro afirmou que não foi acionado para a ocorrência.

    A primeira edição da turnê teve início no dia 2 deste mês, no estado de São Paulo. Até então, o festival passou por outras cidades do país, e contou com a participação de nomes importantes do Pop Punk e do Emo nacional e internacional, como Fresno, Simple Plan, Pitty, NX Zero e Boys Like Girls.

    Em nota publicada nas redes sociais, a organização do evento confirmou que o jovem foi atingido por uma descarga elétrica.

    Segundo o comunicado, uma forte chuva atingiu a cidade durante a realização do festival e as pessoas foram se abrigar em uma marquise, seguindo o protocolo de segurança.

    Os organizadores disseram que todos os esforços foram empenhados pelas equipes médicas e que lamenta profundamente o ocorrido, que está sendo apurado juntamente às autoridades. A produtora do evento disse que já procurou os familiares da vítima para prestar assistência.

    Ainda segundo eles, até o momento, “informações obtidas atestam para a conformidade da operação do food truck”.

     

    *Sob supervisão de Bruno Laforé