Juiz manda Adélio Bispo para hospital psiquiátrico em Minas Gerais

Magistrado alega que presídio não é local adequado para o cumprimento da medida de segurança aplicada ao autor do ataque à faca contra Jair Bolsonaro

Adélio Bispo de Oliveira é escoltado por policiais federais em aeroporto de Juiz de Fora (MG)
Adélio Bispo de Oliveira é escoltado por policiais federais em aeroporto de Juiz de Fora (MG) Foto: Ricardo Moraes - 08.set.2018/ Reuters

Ouvir notícia

O juiz Bruno Savino, da 3ª Vara Federal de Juiz de Fora, autorizou nessa sexta-feira (13) a ida de Adélio Bispo de Oliveira para o Hospital Psiquiátrico de Custódia Jorge Vaz, em Barbacena (MG). Adélio é o autor do ataque à faca contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) durante a campanha eleitoral de 2018.

A decisão de Savino atende a um pedido do juiz Dalton Igor Kita Conrado, da 5ª Vara Federal Criminal de Campo Grande, responsável pelo acompanhamento da prisão de Adélio.

Conrado autorizou, no início de março, que o autor da facada contra Bolsonaro seja transferido da penitenciária federal de Campo Grande (MS), onde está preso desde setembro de 2018. O magistrado considerou que o presídio não é local adequado para o cumprimento da medida de segurança aplicada a Adélio, que foi declarado inimputável pela Justiça.

A data em que será realizada a transferência de Adélio do presídio de Campo Grande para o Hospital Psiquiátrico de Custódia Jorge Vaz não foi informada na decisão do juiz. Entretanto, o prazo estipulado para a permanência dele no presídio em Campo Grande se encerra no dia 2 abril.

Mais Recentes da CNN