Justiça Federal autoriza barreiras sanitárias em aeroportos da Bahia

Governo pode inspecionar aeronaves e passageiros para prevenir contágio do novo coronavírus

Jhonatã Gabriel

Da CNN Brasil, em Salvador

Ouvir notícia

Barreira sanitária no aeroporto de Salvador

Funcionários da Secretaria da Saúde da Bahia mede temperatura de passageiros no aeroporto de Salvador
Foto: Leonardo Rattes/Divulgação/Sesab

A Justiça Federal autorizou o governo da Bahia a implantar barreiras sanitárias nos aeroportos do estado para detectar possíveis casos do novo coronavírus logo no desembarque. A decisão é do juiz federal da 3ª Vara Cível da Bahia, Eduardo Gomes Carqueija e atende a pedido da Procuradoria Geral do Estado.

A partir de agora, profissionais da Secretaria de Saúde do Estado (Sesab) podem inspecionar voos vindos de São Paulo e Rio de Janeiro, bem como voos internacionais ou oriundos de áreas onde há registro de casos de contaminação pelo COVID-19 de forma comunitária ou não.

O governo baiano também está autorizado a adotar medidas necessárias de inspeção sanitária nas aeronaves que cheguem aos aeroportos em território baiano, bem como nos equipamentos aeroportuários destes locais.

Se durante a inspeção for identificado alguém com febre, o passageiro deverá encaminhado para uma sala reservada onde será feita coleta de material para realização de exames que comprovam ou descartam o coronavirus.

O exame é realizado pelo laboratório da secretaria e o resultado sai em até 48 horas. No local, também é feita uma ficha do paciente, com endereço residencial ou de hospedagem, telefone. Se necessário, é recomendado o isolamento.

Na tarde desta quinta-feira, uma equipe da Sesab esteve no Aeroporto Internacional de Salvador e verificou a temperatura de passageiros. Até o início da noite de hoje, a Bahia havia registrado 31 casos confirmados do novo coronavírus, de acordo com boletim divulgado pela Sesab. Outros 524 aguardam análise laboratorial.

Mais Recentes da CNN