Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Lula diz que não haverá intervenção no RJ e cita reforço das Forças Armadas nos portos e aeroportos

    Presidente conversará com o ministro da Defesa, José Múcio, nesta terça-feira (24)

    Da CNN

    O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse, durante sua live semanal “Conversa com o Presidente” nesta terça-feira (24), que a situação da segurança pública no Rio de Janeiro também é um problema do Brasil e afirmou que o governo federal ajudará no combate ao crime organizado e às milícias no estado.

    “Hoje vou conversar com o ministro da Defesa na perspectiva de fazer com que a aeronáutica possa ter uma intervenção nos aeroportos do Rio de Janeiro e a Marinha nos portos, para que a gente possa combater mais o crime organizado”, disse.

    “Nós vamos ver como podemos entrar e participar ajudando. Nós não queremos fazer uma intervenção no Rio de Janeiro, como já foi feito e não resultou em nada. Nós não queremos tirar a autoridade do governador e do prefeito. O que nós queremos é compartilhar e trabalhar junto com eles uma saída”, acrescentou

    Lula afirmou que conversou com o governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PL), para saber como o governo federal pode auxiliar na situação.

    O presidente ainda disse pensa em recriar um ministério exclusivo para a Segurança Pública.

    Na segunda-feira, ao menos 35 ônibus e uma composição de um trem urbano foram incendiados por grupos criminosos em retaliação à morte de um miliciano na zona oeste da capital fluminense, disseram autoridades e o grupo que representa as empresas de ônibus da cidade.

    (Publicado por Marina Toledo, com informações da Reuters)