Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Mais de 12 mil pessoas são presas por violência doméstica e feminicídio em 1 mês

    Resultados da operação de combate à violência contra as mulheres no país, que ocorreu entre agosto e setembro, foram divulgados pelo Ministério da Justiça

    Xia Yuan/Getty Images

    Vianey Bentesda CNN

    em Brasília

    O Ministério da Justiça e Segurança Pública divulgou, nesta sexta-feira (7), os números da segunda edição da operação Maria da Penha, de combate à violência contra as mulheres, que ocorreu entre os meses de agosto e setembro, em todo o Brasil.

    Segundo o ministério, as prisões por agressões domésticas e feminicídios chegaram a 12.396 em um mês.

    Foram registrados 72.525 boletins de ocorrência e concedidas, requeridas ou expedidas 41.600 medidas protetivas.

    Ainda de acordo com a pasta, São Paulo (9.416) e Rio de Janeiro (5.197) foram os estados com mais ligações denunciando violência doméstica para o 190.

    A ação deste ano contou com a participação de 221 profissionais que atuaram nos 26 estados e no Distrito Federal. A operação Maria da Penha do ano passado, teve 14,1 mil prisões e 39,8 mil medidas protetivas requeridas ou expedidas.