Manifesto da Fiesp, recuo de Bolsonaro e mais notícias de 10 de setembro

Confira o '5 Fatos Manhã', com as principais notícias do dia

Da CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

O manifesto da Fiesp em defesa da harmonia entre os Poderes, o recuo do presidente Jair Bolsonaro e a paralisação dos caminhoneiros estão entre os destaques do 5 Fatos Manhã desta sexta-feira, 10 de setembro de 2021.

Manifesto

Após adiamento, a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) divulgou um manifesto em defesa da harmonia entre os Poderes. A informação foi antecipada pela analista de economia da CNN Raquel Landim. Quase 250 entidades assinam documento da Fiesp.

Recuo de Bolsonaro

Após ameaças ao Supremo Tribunal Federal (STF) no 7 de setembro, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) baixa o tom e diz que está preparado para conversar. Durante live, o presidente afirmou que não teve nenhuma intenção de agredir quaisquer dos Poderes. Mais cedo, ele conversou por telefone com o ministro do STF, Alexandre de Moraes.

Michel Temer

Em entrevista à CNN, o ex-presidente Michel Temer (MDB) disse que acredita que os ataques de Bolsonaro aos outros Poderes ficaram no passado. Temer ajudou Bolsonaro a redigir declaração em que presidente nega intenção de não cumprir ordens judiciais.

Impeachment

O plenário virtual do STF começa a julgar hoje mandado de injunção para que seja estipulado prazo para o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), analisar pedidos de impeachment contra o presidente Jair Bolsonaro. O pedido foi feito pelo deputado federal Kim Kataguiri (DEM-SP) e a relatoria será da ministra Cármen Lúcia.

Caminhoneiros

O presidente Jair Bolsonaro diz que a paralisação dos caminhoneiros será mantida até o próximo domingo, dia 12. Bolsonaro afirmou que a categoria fez algo fantástico, mas destacou as consequências negativas que o movimento traz para a economia.

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br

Mais Recentes da CNN