Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Membros de escolas de samba não terão de usar máscara em desfiles, diz prefeito

    Capital paulista liberou a utilização da medida de proteção contra a Covid-19 em locais fechados após decisão do governo estadual

    Douglas PortoElis FrancoCaio Junqueirada CNN

    em São Paulo

    O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), declarou, nesta quinta-feira (17), em entrevista à CNN, que não será mais necessário o uso de máscara para as pessoas que participarem dos desfiles das escolas de samba no Sambódromo do Anhembi.

    A decisão acontece após o poder municipal retirar a obrigatoriedade da utilização da medida de proteção contra a Covid-19 para ambientes fechados nesta quinta-feira, estabelecida depois da decisão do governador de São Paulo, João Doria (PSDB). A liberação para ambientes externos aconteceu em 9 de março.

    “A gente tinha um protocolo estabelecido que era o desfile com máscara, portanto, agora, não será mais necessário o uso da máscara para o desfile. Estamos hoje em um patamar bem diferente”, afirmou Nunes.

    Anteriormente, no primeiro protocolo definido em janeiro, era obrigatório a utilização de máscaras para o público e membros das agremiações carnavalescas.

    Em decisão conjunta, as prefeituras de São Paulo e do Rio de Janeiro decidiram transferir os desfiles do fim de fevereiro e começo de março para o feriado de Tiradentes, em abril, devido ao avanço da variante Ômicron do coronavírus.

    “Acertamos que naquele momento era necessário fazer o adiamento, e a gente vai agora poder ter o Carnaval em uma outra situação epidemiológica, com muito mais segurança para todo mundo. Não tenho dúvida nenhuma que agora as pessoas vão aproveitar com muito mais tranquilidade”, continuou o prefeito paulistano.

    As escolas de samba entram na avenida a partir do dia 16 de abril. Confira a ordem:

    Grupo de acesso 2 – 16 de abril

    • 20h – Brinco da Marquesa
    • 20h50 – Camisa 12
    • 21h40 – Uirapuru da Mooca
    • 22h30 – Primeira da Cidade Líder
    • 23h20 – Unidos de Santa Bárbara
    • 0h10 – Torcida Jovem
    • 1h – Nenê de Vila Matilde
    • 1h50 – Unidos do Peruche
    • 2h40 – Imperador do Ipiranga
    • 3h30 – Amizade Zona Leste
    • 4h20 – Tradição Albertinense
    • 5h10 – Dom Bosco de Itaquera

    Grupo de acesso – 21 de abril

    • 20h – Morro da Casa Verde
    • 21h – Camisa Verde e Branco
    • 22h – Mocidade Unida da Mooca
    • 23h – Independente Tricolor
    • 00h – Estrela do Terceiro Milênio
    • 1h – X-9 Paulistana
    • 2h – Leandro de Itaquera
    • 3h – Pérola Negra

    Grupo especial – 22 de abril

    • 23h15 – Acadêmicos do Tucuruvi
    • 00h20 – Colorado do Brás
    • 01h25 – Mancha Verde
    • 02h30 – Tom Maior
    • 03h35 – Unidos de Vila Maria
    • 04h40 – Acadêmicos do Tatuapé
    • 05h45 – Dragões da Real

    Grupo especial – 23 de abril

    • 22h30 – Vai-Vai
    • 23h35 – Gaviões da Fiel
    • 0h40 – Mocidade Alegre
    • 1h45 – Águia de Ouro
    • 2h50 – Barroca Zona Sul
    • 3h55 – Rosas de Ouro
    • 5h00 – Império de Casa Verde

    Desfiles das campeãs – 29 de abril