Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Militar preso transportando cocaína em avião da FAB será julgado nesta terça

    Sargento da Aeronáutica Manoel Silva Rodrigues foi preso em flagrante com posse de 37 quilos da droga em meio à comitiva presidencial

    Avião da Força Aérea Brasileira (FAB)
    Avião da Força Aérea Brasileira (FAB) Divulgação/Clauber Cleber Caetano/PR

    Gabriel Hirabahasida CNN

    em Brasília

    A Justiça Militar da União julga, nesta terça-feira (15), a partir das 9h, o sargento da Aeronáutica Manoel Silva Rodrigues, preso em 2019 acusado de traficar drogas para a Espanha em um voo da comitiva presidencial.

    O militar participava de uma missão oficial e foi preso em flagrante, no aeroporto de Sevilha, na Espanha, com posse de 37 quilos de cocaína.

    Rodrigues fazia parte da comitiva de 21 militares que acompanhava a viagem do presidente Jair Bolsonaro a Tóquio, no Japão, onde participaria da reunião do G-20.

    Segundo o Ministério Público Militar, no dia 24 de junho de 2019, a bordo da aeronave da Força Aérea Brasileira, Rodrigues teria transportado cocaína, o que caracteriza tráfico internacional de drogas.

    Em fevereiro de 2020, Rodrigues foi sentenciado pela Justiça espanhola a seis anos e um dia de prisão, além de pagar multa de 2 milhões de euros.