Ministério da Justiça autoriza ida da Força Nacional à Amazônia Legal

Tropas vão prestar apoio ao Ibama nas operações de fiscalização e combate a crimes ambientais

Flávia Martins, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

Um efetivo da Força Nacional de Segurança Pública já está a caminho do Eixo da Transamazônica para atuar em ações de fiscalização, repressão ao desmatamento ilegal e outros crimes ambientais. O grupo também vai se deslocar para combater incêndios florestais e queimadas. Em um primeiro momento, os agentes deverão atuar na BR 230 e na BR 155.

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, autorizou o emprego da Força Nacional por 260 dias para prestar apoio ao Ibama, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis, em todas estas atividades de preservação da ordem pública e proteção ambiental.

A medida, que está na portaria 197/2021, foi publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira, 29. O prazo inicial para a retirada do efetivo é em janeiro de 2022 mas, de acordo com a pasta, a data pode ser prorrogada caso haja necessidade.

A Amazônia Legal abrange uma área de mais de 5 milhões de quilômetros quadrados, o que representa dois terços do país. Todo o território dos estados do Amazonas, Roraima, Rondônia, Pará, Amapá, Acre, Tocantins, Mato Grosso estão dentro dessa área e parte significativa do Maranhão também.

Ação de apoio expirou no domingo (11), mas foi renovada até 8 de outubro
Mário Vilela/Funai/Agência Brasil
Foto: Ação de apoio expirou no domingo (11), mas foi renovada até 8 de outubro

Mais Recentes da CNN