Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Morre Pedro Casaldáliga, bispo emérito conhecido por luta pelos direitos humanos

    O bispo faleceu de embolia pulmonar. As informações foram confirmadas pela Congregação dos missionários Filhos do Imaculado Coração de Maria

    Dom Pedro Casaldáliga: bispo morre aos 92 anos; causa da morte ainda é desconhecida 
    Dom Pedro Casaldáliga: bispo morre aos 92 anos; causa da morte ainda é desconhecida  Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

    Paula Bezerra,

    da CNN, em São Paulo*

    Pedro Casaldáliga, bispo emérito de São Félix do Araguaia, no Mato Grosso, conhecido pela luta a favor dos direitos humanos, faleceu, aos 92 anos, na manhã deste sábado (08). A informação foi confirmada pela Congregação dos Missionários Filhos do Imaculado Coração de Maria, Prelazia de São Félix do Araguaia e a Ordem de Santo Agostinho (Agostinianos). 

    Com problemas respiratórios agravados pelo Mal de Parkinson, Casaldáliga chegou a ser internado na última semana, mas não resistiu as complicações causadas por uma embolia pulmonar. 

    Leia também:
    Morre Walter Malieni, um dos vice-presidentes do Banco do Brasil
    Ator Gésio Amadeu morre aos 73 anos vítima da Covid-19
    Brasil é o 3º em mortes de ativistas ambientais e dos direitos humanos, diz ONG

    O governo do Mato Grosso vai decretar luto oficial de três dias.

    “Ele foi um exemplo para todos na luta pelos direitos humanos e contra as injustiças sociais. É uma grande perda para o mundo e seu legado e ensinamentos deverão continuar a ser seguidos por todos”, declarou o governador Mauro Mendes.

    O governador do Maranhão, Flávio Dino, também se pronunciou. “Minhas homenagens a Dom Pedro Casaldáliga, um grande e verdadeiro patriota do povo brasileiro, que agora está no Reino”, postou no Twitter.

    Biografia

    Nascido em Balsareny, na Catalunha (Espanha), Casaldáliga se mudou para o Brasil aos 40 anos, onde ficou conhecido por sua luta a favor do trabalho pastoral e em defesa aos direitos humanos. Além disso, Casaldáliga também é uma das figuras mais destacadas pela Teologia da Libertação.

    Bispo da Prelazia de São Félix do Araguaia desde 1971, Casaldáliga atuou à frente da luta em defesa de grupos indígenas e contra a desigualdade social. 

    Em nota, as associações Araguaia com o Bispo Casaldáliga, da Catalunha, e a Associação ANSA, de São Félix do Araguaia, lamentam o falecimento do bispo “a quem devemos a nossa fundação e cada um destes 40 anos de existência”.

    Ainda, segundo o comunicado publicado pelas instituições, o velório do bispo acontecerá em três locais, tendo início em Batatais, interior de São Paulo, neste sábado (08). Depois, passará por Ribeirão Cascalheira, no Mato Grosso, a partir do dia 10 de agosto. Por fim, o último velório acontecerá em São Félix do Araguaia, também no Mato Grosso.