Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    “Motorista que atirou em veículo deve se entregar nesta quarta”, diz delegado

    Arma utilizada por suspeito também deve ser entregue à polícia

    Dayres Vitoriada CNN*Marcos Guedesda CNN São Paulo

    Adriano Domingues da Costa, filmado no último dia 14 atirando na direção de um carro com vidros blindados, na Rodovia Castello Branco, em Boituva, no interior de São Paulo, deve se entregar à polícia na próxima quarta-feira (19).

    A informação foi confirmada pela polícia civil à CNN. De acordo com fontes de investigação, há um acordo verbal para que o suspeito se apresente voluntariamente, o que não impede dele ser capturado antes do prazo. Além disso, há o compromisso para que a arma utilizada por Costa, também seja entregue às autoridades.

    Segundo a polícia, as vítimas do incidente, serão ouvidas para esclarecer as circunstâncias do ocorrido ainda nesta segunda-feira (17). Os agentes também informaram que já solicitaram perícia no carro alvo dos disparos.

    A advogada Nayara Souza, que defende o casal que estava no carro alvejado, informou que ambos “seguem muito abalados com todo o ocorrido, sendo certo que todas as medidas judiciais serão tomadas contra o autor dos fatos”, diz trecho da nota

    Souza também disse que tem a expectativa de que o atirador seja encontrado e preso, ou que se entregue o mais breve possível. “Esperamos que toda a verdade seja esclarecida nos autos do inquérito policial e que o infrator seja punido pelo(s) crime(s) que cometeu contra as vítimas”, finalizou.

    O advogado Luiz Carlos Valsecchi, que defende o atirador, informou que ainda não teve acesso aos autos do processo e que irá tomar as providências assim que tomar conhecimento do que está sendo imputado ao seu cliente.

    “O senhor Adriano será apresentado, não está foragido. Não é possível chamar alguém de foragido se sequer sabe qual é a autoridade que teria fundamentado a ordem de prisão”, disse.

    Valsecchi também apresentou a versão do atirador, que teria parado o carro para fazer os disparos após ser impedido de fazer ultrapassagens na rodovia. “O veículo de trás tentou ir para a direita e insistir na ultrapassagem. O veículo da frente voltou para a direita, saiu pela direita impedindo novamente a ultrapassagem”, justificou.

    Relembre o caso

    Adriano Domingues da Costa atirou em outro carro, após uma discussão de trânsito na Rodovia Castello Branco, em Boituva, no interior de São Paulo, na última sexta-feira (14). Um vídeo da ocorrência viralizou nas redes sociais.

    Nas imagens é possível identificar um motorista vestido de vermelho saindo armado, junto da esposa, de uma caminhonete modelo Hilux na cor branca. O homem vai em direção ao carro da frente proferindo xingamentos e perguntando se a vítima “estava feliz”.

    Em um segundo momento, o homem começa a andar até o veículo e faz três disparos contra o carro: dois no pneu e um contra o vidro do carro. Uma das vítimas pergunta se o motorista do outro veículo era policial e, segundo a sua mulher, ela seria uma agente de segurança e a arma também seria dela.

    Tópicos

    Tópicos