Motorista que atropelou e matou estudante em São Paulo é solta

Dentista terá cinco dias para pagar uma fiança de R$ 22 mil

Thâmara Kaoru,

da CNN Brasil, em São Paulo

Ouvir notícia

A dentista Danielle Piorelli Almeida Diniz, de 42 anos, que havia sido presa em flagrante após ter atropelado e matado um estudante na madrugada deste domingo (27), em São Paulo, foi solta. Ela terá que pagar uma fiança de R$ 22 mil.

Imagens de câmeras de segurança mostram o carro da dentista em alta velocidade batendo em uma fileira de motos. Alguns homens, que estavam em pé na calçada, tentaram desviar do carro, mas acabaram sendo atingidos. 

O estudante Vinícius Rodrigues de Oliveira, de 21 anos, morreu. Ygor Santos de Jesus, de 26 anos, ficou ferido e foi socorrido por uma unidade de resgate. 

A dentista foi encaminhada à delegacia, e o caso registrado como homicídio culposo e lesão corporal culposa. Segundo sentença judicial, a motorista terá cinco dias para fazer o pagamento da fiança de R$ 22 mil.

Ficou determinado ainda que, além da fiança, ela terá que comparecer mensalmente à Justiça para informar e justificar suas atividades, bem como informar eventual atualização de endereço. Ela também fica proibida de sair da cidade por mais de oito dias sem prévia comunicação à Justiça, e deve ficar em casa no período noturno, das 22h às 6h e nos dias de folga, sob pena voltar imediatamente à prisão.

(Com informações de Pedro Henrique Beltrão, da CNN, em São Paulo)

Mais Recentes da CNN