Não cuidamos de nossos estudantes, diz educadora sobre alunos ansiosos no Enem

À CNN, consultora educacional fala sobre como pandemia e crise institucional no Enem podem agravar ansiedade dos jovens

Produzido por Rodrigo Maiada CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

Mais de 3,1 milhões de inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) terão 5h30min para fazerem as provas de linguagens, códigos e suas tecnologias e de ciências humanas e suas tecnologias, além da redação, neste domingo (21).

O concurso que dá acesso a jovens ao ensino superior acontece em meio a polêmicas envolvendo uma demissão em massa do órgão que organiza as provas, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), e sob investigação do Tribunal de Contas da União que quer apurar se houve ou não interferência nas questões da prova.

Em entrevista à CNN, a educadora e consultora educacional, Claudia Zuppini Dalcorso, falou sobre como estas inseguranças intensificam a ansiedade inerente aos estudantes no dia do Enem. “Isso traz mais ansiedade desnecessária para nossos estudantes. Eu sinto muito que estas coisas aconteçam.”

Ela ressalta que as autoridades do Brasil deveriam proteger os jovens destas turbulências externas.

“É uma pena que a nossa sociedade não cuide dos nossos estudantes devidamente. Esse é um momento tão importante na vida deles que, nós, enquanto comunidade, deveríamos preservá-los de toda forma.”

“Todos os nossos governantes deveriam fazer uma rede de proteção ao máximo para que estes jovens tivessem muita tranquilidade neste dia, porque a angústia e ansiedade deles já bastava”, complementa a educadora.

Durante a entrevista, Claudia Zuppini falou sobre a ansiedade neste período de exame que se prolonga até o próximo domingo (28), quando acontecerá a segunda etapa. Para ela, a pandemia de Covid-19 pode ter agravado ainda mais as questões referente a saúde mental.

“É um momento atípico na vida deles, muito importante, e sem dúvida esse momento histórico da pandemia vai influenciar nesse dia de prova que já não é simples.”

Zuppini dá a dica para que os estudantes procurem relaxar nesta semana do Enem. “Nesse momento de ansiedade é preciso encontrar o que te faça bem”. Ela ainda sugere que se evite estar perto de quem causa mais nervosismo e que não vale a pena querer rever todo o conteúdo em poucos dias. “O que você tinha que estudar, já estudou. Agora é foco, determinação e relaxar, porque este conhecimento você já assimilou”.

Mais Recentes da CNN