Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Nina Silva: Devemos exigir ações afirmativas de raça e gênero em todos setores

    Especialista CNN em tecnologia e diversidade fala sobre as desigualdades sociais enfrentadas por mulheres negras

    Fernanda Pinottida CNN

    em São Paulo

    O dia da mulher negra, latino-americana e caribenha foi celebrado na segunda-feira (25) para exaltar as conquistas alcançadas após séculos de luta. A Especialista CNN em tecnologia e diversidade Nina Silva comentou sobre as desigualdades sociais enfrentadas por este grupo.

    Ela explicou que essas desigualdades são reflexo de um país “onde ainda se nega o racismo estrutural como base das desigualdades sociais”. O Brasil é o segundo país com maior população negra no mundo, e mesmo assim mulheres negras têm a menor taxa de participação no mercado de trabalho, com 40% delas na informalidade.

    “Temos dados e argumentos suficientes para exigir ações afirmativas de raça e de gênero em todos os setores, sejam públicos ou privados”, disse Silva.

    Veja mais no vídeo acima.