Número de mortes por Covid-19 cai pela 3ª semana consecutiva em SP, diz Doria

Segundo o governador, houve uma queda de 27 mortes na semana encerrada no último sábado (11): de 1.733 para 1.706

O governador de São Paulo, João Doria, durante entrevista coletiva
O governador de São Paulo, João Doria, durante entrevista coletiva Foto: Reprodução - 13.jul.2020 / Governo do Estado de São Paulo

Jéssica Otoboni, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB) anunciou que o número de mortes causadas pelo novo coronavírus caiu pela terceira semana consecutiva e o estado tem a “menor taxa de letalidade da série histórica”. 

Durante entrevista coletiva nesta segunda-feira (13), Doria disse que houve uma queda de 27 mortes na semana encerrada no último sábado (11), de 1.733 para 1.706. Ainda assim, o governador ressaltou que “não é hora de festejar e comemorar”, mas de “estar concentrados seguindo orientação da saúde e orando pela redução” dos casos.

O governador afirmou que muitos “municípios no interior ainda estão escalando a curva da pandemia”, o que exige cuidado redobrado, e por isso eles estão na fase vermelha do Plano São Paulo, com comércio fechado, exceto o essencial.

Assista e leia também:

Inscrições para testes de vacina chinesa começam no dia 13 no Brasil, diz Doria

Doria diz que Bolsonaro dificulta combate à Covid-19: ‘Ele dá exemplo errado’

‘São Paulo pode estar próxima da imunidade de rebanho’, avalia biólogo

Doria também anunciou o início da abertura de inscrições de voluntários para os testes da CoronaVac, vacina desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac Biotech em parceria com o Instituto Butantan, a partir de hoje. “O desenvolvimento da vacina representa a grande esperança para milhões de brasileiros e não brasileiros.”

Serão admitidos profissionais de saúde, médicos, paramédicos, enfermeiros que estão atuando ou já atuaram no combate à pandemia do novo coronavírus. A vacina será testada em seis estados: São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Paraná.

Volta às aulas

Doria também anunciou que as instituições de ensino superior técnico e profissionalizante poderão retomar as aulas presenciais, desde que a região esteja há 14 dias na fase amarela do Plano São Paulo. Além disso, poderão retornar com apenas 35% do número de alunos matriculados.

Na semana passada, Doria renovou a quarentena até 30 de julho, apesar das recentes medidas de flexibilização do isolamento.

De acordo com Paulo Menezes, coordenador do Centro de Contingência da Covid-19 em São Paulo, há 1.864.681 casos confirmados no Brasil e 72.100 mortes. No estado de São Paulo, são 374.607 casos e 17.907 mortes.

De ontem para hoje, houve um aumento de 0,7% em relação a novos casos registrados (2.610) e de 0,3% no número de mortes (57).

Com relação à ocupação de leitos de UTI (unidade de terapia intensiva), a taxa atual é de 66,1% em todo o estado e de 64,7% na Grande São Paulo.

Mais Recentes da CNN