Nunca houve treinamento, diz moradora de cidade onde duto de barragem se rompeu

Comerciante na cidade de Jati (CE) relatou que acidente não foi comunicado oficialmente pelas autoridades

Da CNN

Ouvir notícia

O rompimento de um duto na barragem de Jati, no município homônimo no Ceará, na sexta-feira (21), não foi comunicado oficialmente pela prefeitura ou demais autoridades governamentais, segundo afirmou a moradora Letícia Freitas à CNN neste sábado (22). 

Cerca de 2 mil pessoas precisaram sair de suas casas após o rompimento de um dos dutos da barragem, que faz parte da obra do eixo norte da transposição do Rio São Francisco, cujo trecho teve as comportas abertas na quinta-feira (20) pelo ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho. Segundo o governo, o vazamento foi contido na noite passada.

“Eu tenho uma loja na cidade e, de repente, escutei pessoas passando de moto e gritando ‘a barragem está estourando’. Imediatamente deixei a loja aberta e corri para a casa da minha mãe para pegar minha filha. A gente subiu um morro que é chamado de Cruzeiro, um dos pontos mais altos da cidade. Quando cheguei já tinha bastante gente lá em cima”, relatou Letícia.

Segundo ela, foram os próprios moradores que avisaram sobre o rompimento do duto. Entretanto, no momento do acidente, eles achavam que era a própria barragem desmoranando.

Leia mais:

Veja momento em que duto de barragem se rompe no Ceará; 2 mil deixam suas casas

Obra do Rio São Francisco que Bolsonaro inaugurou é motivo de disputas políticas

Câmara aprova exigências mais rígidas sobre segurança em barragens

Letícia contou que ouviu as sirenes da barragem de cima do morro Cruzeiro, mas não houve aviso oficial sobre o que estava acontecendo nem orientação formal para os moradores da região. De acordo com a lojista, a cidade conta apenas com placas de sinalização para fuga em caso de acidentes.

“A população nunca teve nenhum treinamento [para acidentes], a única coisa que eles colocaram foram placas de sinalização para rota de fuga. Tem um ponto que eles dizem ser seguro, que é em ferente à rodoviária, mas nunca houve treinamento”, detalhou.

A moradora de Jati classificou como “descaso enorme” a falta de comunicação da prefeitura sobre o rompimento do futo. “Não teve anúncio do governo local [sobre o rompimento do duto]. Achei um descaso enorme da prefeitura com a população, não teve esse anúncio. Por volta de 21h, começou um carro de som que foi o próprio pessoal [que trabalha] na barragem avisando que era para evacuar todo mundo, que a área estava em risco”, contou Letícia.

(Edição: Leonardo Lellis)

 

Tópicos

Mais Recentes da CNN