Onda de frio no Rio: Parque Nacional de Itatiaia registrou -4,8 °C nesta quarta

Inverno deve ser de quebras de recordes de baixa temperatura; frio e vento gelado pegaram os cariocas de surpresa

Foto: Divulgação

Elis Barreto e Rayane Rocha, da CNN, no Rio de Janeiro

Ouvir notícia

Uma onda de frio incomum atingiu o Rio de Janeiro nesta quarta-feira (30), como a chegada de uma forte massa de ar polar. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet),  o inverno no Estado promete ser de bastante frio, com possíveis quebras de recordes de baixa temperatura em locais como Itatiaia, no Sul Fluminense.

Há expectativa de geadas e termômetros com temperaturas próximas de zero da Região Serrana. A previsão para amanhã, segundo o Inmet, é de mínima de 3 graus no Parque Nacional de Itatiaia, na Serra da Mantiqueira, onde sempre são registradas as temperaturas mais baixas do ano em todo o Estado. Nesta madrugada os termômetros registraram 4,8 °C negativos na região. 

O município do Rio, onde a temperatura mínima registrada nesta manhã foi de 12,5?°C, às 7h30, no Alto da Boa Vista – o que é considerado bastante frio para os cariocas – está entre as cidades brasileiras em atenção para risco à saúde por conta da onda de frio registrada nesta semana. O alerta foi divulgado nesta terça-feira (29) pelo Inmet e a temperatura pode se manter cinco graus abaixo da média por um período de três até cinco dias.  

A baixa temperatura e o vento gelado pegaram os cariocas de surpresa, que precisaram tirar os casacos dos armários. E a previsão é que a temperatura caia mais um pouco nesta quinta (01). Segundo o sistema de alerta de chuvas da Prefeitura, a temperatura mínima prevista para amanhã é de 11 °C na cidade. Nos próximos dias, o tempo vai se manter estável, com previsão de céu parcialmente nublado, ventos fracos a moderados e sem chuva. As temperaturas mínimas ficarão em torno dos 13 °C. 

A Marinha do Brasil informou a cidade do Rio está em aviso de ressaca, com ondas de até três metros de altura, devido à tempestade subtropical Raoni. O fenômeno está se movendo para o nordeste, mas a tendência é que enfraqueça ao chegar na costa Sudeste.

Mais Recentes da CNN