Operação da PF investiga suposto esquema de sonegação de quase R$ 4 bilhões

Ao todo, foram cumpridos 61 mandados de busca e apreensão pelos agentes

Alisson Negrinida CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

Uma operação da Polícia Federal (PF) deflagrada nesta terça-feira (28) investiga empresas que participavam de um suposto esquema de sonegação tributário que soma quase R$ 4 bilhões. Ao todo foram cumpridos 61 mandados de busca e apreensão.

A ação aconteceu em seis estados e no Distrito Federal. Só em São Paulo, os mandados foram cumpridos na capital paulista e em cidades do interior do estado.

A PF e também outros órgãos envolvidos consideram o esquema de sonegação complexo. A operação foi chamada de “Blindagem Metálica”, alusão a como operava um grupo empresarial do setor de reciclagem e de produção de alumínio.

As investigações começaram em 2018, quando os agentes conseguiram identificar que os suspeitos utilizavam empresas laranjas para poder criar um monopólio, abrir mais competitividade e, consequentemente, oferecer preços mais baixos, lucrando e não pagando os impostos.

O grupo já havia sido autuado antes da operação, mas não corrigiu as irregularidades. Os investigados poderão responder por vários crimes, como organização criminosa, sonegação fiscal, falsidade ideológica, uso de documentos falsos e fraude tributária.

Mais Recentes da CNN